Unemat decreta luto de 3 dias após estudante de direito ter mal súbito e morrer afogada em cachoeira

0

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) decretou, nesta segunda-feira (7), luto de três dias pela morte da estudante de direito Sinara Menandes Porto, de 21 anos, que morreu afogada na manhã de sábado (5) na Cachoeira Primavera em Cáceres, a 220 km de Cuiabá.

“É com pesar que a Universidade do Estado de Mato Grosso decreta luto oficial por três dias no câmpus de Cáceres em função da morte da acadêmica. Aos familiares e amigos, a Unemat deseja que Deus possa confortar e consolar pela perda”, disse a instituição em nota.

O enterro foi realizado nesse domingo (6) em Mirassol D’Oeste, a 329 km de Cuiabá, cidade natal da vítima.


Continua depois da publicidade-pix


A acadêmica fazia estágio no Ministério Público de Mirassol D’Oeste há cerca de sete meses.

O afogamento

De acordo com a Polícia Civil, a suspeita é de que ela tenha tido um mal súbito e se afogado em seguida. Não havia sinais de ferimentos no corpo dela.

-Continua depois da publicidade ©-

Os bombeiros foram chamados para fazer o resgate por volta de 8h30 (horário de Mato Grosso).

Uma testemunha contou aos bombeiros que Sinara estava com quatro amigos no local do acidente. Eles pularam na água para nadar, porém, Sinara não retornou para a superfície.

Buscas foram feitas e o corpo da vítima foi encontrado. Alguns dos amigos da vítima foram ouvidos na delegacia da Polícia Civil, que vai apurar o caso.





-Patrocinador-