Jovem de Sorriso passa mal em boate de música eletrônica e morre em Cuiabá

0

Um jovem de 24 anos, morador de Sorriso, passou mal dentro de uma boate de musica eletrônica localizada na região central de Cuiabá e morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro Morada do Ouro, nesta sexta-feira (4). A Polícia Civil apura a suspeita de o rapaz ter consumido drogas durante a festa.

Conforme o boletim de ocorrência, o jovem foi levado por amigos inconsciente até unidade de saúde por volta das 4h. O rapaz recebeu atendimento médico, mas não resistiu e veio à óbito ao meio-dia, por insuficiência respiratória causada ‘possivelmente por intoxicação’, segundo os médicos plantonistas.


Continua depois da publicidade-pix


À Polícia Civil, amigos do jovem relataram que ele era morador de Sorriso e que estava de férias na casa de amigos na capital. As testemunhas também disseram que estavam na boate Nuun Garden, onde a vítima estava consumindo bebidas alcoólicas e ecstasy, droga sintética que possui o mesmo princípio ativo do LSD, antes de passar mal.

O corpo do rapaz foi liberado pela tarde e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá. Um laudo apontando as reais causas da morte deve ficar pronto em 30 dias.

-Continua depois da publicidade ©-

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) irá abrir um inquérito para apurar o que aconteceu na casa noturna antes da morte do jovem.
Nesta sexta-feira, policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) também prenderam o fotógrafo Reginaldo da Silva, conhecido como ‘Jack Juína’ ou ‘Jack Paparazzo’, por comercializar ecstasy, entre outras drogas em baladas na grande Cuiabá.

De acordo com o delegado Vitor Hugo Bruzolato, um vídeo gravado e divulgado pelo próprio suspeito, em suas redes socais realizando a comercialização de ecstasy motivou a investigação que culminou com sua prisão.





-Patrocinador-