O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) ressaltou nesta quinta-feira (19), em Plenário, que depois de muitos debates e diversas tentativas fracassadas, finalmente houve consenso em torno da aprovação de uma ampla reforma tributária, mas ressaltou que não será fácil. Para ele, a reforma contraria interesse de estados e municípios, além de contar com apoio do governo. Para Izalci, ninguém aguenta mais pagar tantos impostos.

— Então nós temos que gradativamente reduzir os tributos e a gente vê alguns falando em aumentar impostos. Isso não é aceitável, não é? O governo, segundo o que foi divulgado até aqui pela imprensa, pretende acabar apenas com os tributos federais. Ele quer acabar apenas com IPI, PIS e Cofins e parte do IOF. Ele não mexe no ICMS e no ISS — alertou.


Continua depois da publicidade-pix


De acordo com Izalci, a reforma vai corrigir o desequilíbrio que há sobre a renda dos mais pobres. Segundo ele, existe uma tributação de quase 30% da renda do mais pobre, enquanto os mais ricos contribuem apenas com 10%.

 

-Continua depois da publicidade ©-




-Patrocinador-