Grupo político faz articulação para aprovação de projeto que aumenta número de vereadores em Lucas do Rio Verde

0
João Ricardo

Conversas de bastidores dão conta de que um grupo político de Lucas do Rio Verde está se organizando para fortalecer um movimento, no qual querem que um projeto de Lei comece a tramitar na Câmara Municipal para aumentar o número de vereadores, das atuais 9 para 11 cadeiras.

Segundo informações apuradas pelo CenárioMT, o grupo encabeçado por empresários, presidente de bairro e outras pessoas, estaria correndo contra o tempo em busca de assinaturas para que a matéria entre na pauta da próxima segunda-feira (23).


Continua depois da publicidade-pix


De acordo com o empresário Daniel Lancini, a aprovação do projeto ainda para as eleições de 2020 seria fundamental para aumentar a representatividade da população luverdense na Casa de Leis.

“No meu entendimento tem que baixar os salários, tirar a verba indenizatória e aumentar o número de vereadores. A cidade cresceu e está com pouca representatividade. Não tem chances, por exemplo, de Groslândia ou São Cristóvão, ter representantes que possam concorrer a uma vaga na Câmara para as próximas eleições”, afirmou.

-Continua depois da publicidade ©-

Lancini destacou que ao menos cinco vereadores seriam favoráveis ao projeto.
Contra o aumento do número de vereadores, Jiloir Pelicioli destacou que se aprovado o projeto, aumentará os gastos do dinheiro público na manutenção do Poder Legislativo.

“Eu entendo que vai gerar mais custos para os munícipes. A maioria da população fala que nove vereadores é até demais. Acredito que é um momento não oportuno para discutir esse matéria, pois seria necessário ampliar a Câmara, mais o custo de subsídio, enfim, o custo da máquina toda”, argumenta o vereador.

Informações dão conta de que o projeto já está pautado para ser lido na sessão da próxima segunda-feira, mas estaria faltando às assinaturas necessárias para tal encaminhamento.

De acordo com o regimento interno do Poder Legislativo, para que uma matéria seja pautada para a sessão seguinte, deveria ser protocolada na Secretaria da Câmara, com as devidas assinaturas, na quinta-feira que antecede a sessão ordinária.

Em contato com o vereador Airton Callai, que também se manifestou contra o aumento do número de vereadores, disse surpreso com a indagação do tal projeto estar na casa. “Minha pergunta é: se não tem as assinaturas, como está pautado esse projeto?”, argumento o vereador Airton Callai.

“Fui contra no passado e vou ser contra agora novamente”, enfatizou Callai, que também é relator da Comissão de Legislação e Justiça.

Alguns vereadores confirmaram não ter recebido ainda a pauta da sessão de segunda-feira.

Procurado por nossa reportagem, o presidente da Câmara Municipal, vereador Dirceu Cosma, afirmou que tal projeto não está pautado e o que se vê até o momento seria apenas conversas de corredores.

Pode ser que na segunda-feira alguém solicite para incluir na pauta, mas por enquanto não temos nada não”, afirmou Dirceu.

Nesse caso, havendo solicitação de inclusão do projeto para a próxima sessão, as assinaturas irão ser colhidas na segunda-feira, contrariando o regimento interno.

Perguntado se seria favorável ou contrário ao projeto para aumentar o número de vereadores, Cosma preferiu não opinar sobre o assunto, disse apenas: “As coisas tem que evoluir”, finalizou.

Ocorre, porém, que no final da tarde desta sexta-feira tivemos acesso a pauta da sessáo da próxima segunda-feira, e ao contrário do que o Presidente afirmou, consta o projeto aumentando o número de vereadores de 09 para 11 parlamentares.

Confira a pauta: CLIQUE AQUI

 

Lucas do Rio Verde: Presidente da Câmara pauta proposta de emenda para aumento de número de vereadores





-Patrocinador-