Foi realizada na noite desta quarta-feira, 18, no auditório do Sindicato Rural em Lucas do Rio Verde uma audiência com apresentação do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) da Usina Termoelétrica (UTE) Fs Bioenergia.

A exposição dos estudos sobre o empreendimento foi feita a todos os presentes como produtores rurais, autoridades e membros do poder legislativo, executivo e judiciário.
Para o Promotor de Justiça Leonardo Moraes a apresentação do estudo apresentado pela FS mostrou a preocupação em atender a todos os requisitos para se ter o licenciamento ambiental.

“Nós enquanto Ministério Público participamos da audiência para assimilar o estudo feito pela FS juntamente com a SEMA para analisar quais são os impactos ambientais e eventuais as medidas mitigadoras e também atendendo ao princípio do desenvolvimento sustentável como foi informado aqui a respeito do avanço econômico e socioeconômico a respeito desse empreendimento”.

Leonardo pontuou ainda sobre a legislação ambiental que vem sendo cumprida pela FS “Não houve nenhum questionamento, a FS vem cumprindo a legislação ambiental e realizou o estudo de impacto ambiental e esse relatório são estudos aprofundados, estudo composto de uma grande carga de normas técnicas e a SEMA que o órgão de controle acompanhando de perto analisando toda essa documentação e se estiver de acordo com a legislação as licenças serão emitidas”, declarou o promotor.

O gerente de Desenvolvimento estratégico da FS Bioenergia Eduardo Motta avaliou de forma positiva a realização da Audiência em Lucas do Rio Verde.

“No nosso entendimento foi uma noite muito produtiva, um fórum muito bom para promover e divulgar a sustentabilidade da produção de etanol de milho. Discutimos mais um tema e um avanço no processo de licenciamento que consagra na conclusão dos nossos investimentos no município, discutimos muito com a comunidade sobre o que é a conclusão dessa obra e no nosso entendimento foi muito satisfatório”, afirmou.

“Um dos grandes avanços da produção de biocombustível do cereal de milho é exatamente a gente ter o ciclo praticamente fechado. A produção é muito sustentável, pois a gente tem alguns efluentes e poucos resíduos, aonde a empresa tem todo cuidado, apesar de ser pouco resíduos nós orientamos que ele é um produto riquíssimo para utilizar como fertilizante para lavoura, produto que compõe bem as indústrias de compostagem que produzem fertilizantes. Temos uma parceria com o município no encaminhamento para agricultura familiar para produção de hortifrúti, mas também fornecemos para produtores de lavoura seja ele soja , milho e algodão”, acrescentou Eduardo.

O Superintendente Licenciamento da SEMA Valmi Lima elogiou o projeto

“Nós temos um empreendimento que faz aproveitamento dentro de uma indústria então ele já tem a geração de vapor e essa indústria especificamente ele vai fazer o aproveo conhecidos, são impactos ambientais previstos, totalmente mitigáveis e que um boitamento desse vapor, então, do ponto de vista ambiental, são impactos ambientais que sãm controle operacional da indústria não vai afetar o meio ambiente de forma deletéria. Vemos como um empreendimento que gera emprego, renda e joga a energia elétrica no sistema com poucos impactos ambientais negativos”.

Presente na audiência, o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Lucas do Rio Verde, Marcio Albieri, comentou que além do pouco impacto ambiental, com a geração de energia, a FS Bioenergia possibilitará a implantação de novas indústrias no município.

“Lucas do Rio Verde irá ter a estrutura energética necessária para atrair mais indústrias e grandes investidores que desejam montar o seu negócio no município. Quando as industriais e empresas de outros estados olharem em busca de municípios para se instalarem, Lucas do Rio Verde terá energia de sobra para a possível ampliação da indústria, pois o município conta com a Usina Hidrelétrica Canoa Quebrada e agora teremos essa termoelétrica que só ela irá gerar energia para 50 mil residências, por exemplo”, enfatizou.

Hoje, quinta-feira, 19 será realizada a audiência no município de Sorriso-MT, tendo em vista a implantação de uma planta da FS Bioenergia também no município vizinho.
A audiência acontecerá hoje, quinta-feira (19) no auditório do Sindicato Rural, na Avenida Luiz Amadeu Lodi, Centro Sul, Sorriso/MT, a partir das 19h00.

FS Bioenergia e Secretaria de Estado de Meio Ambiente – SEMA MT, convidam a população para audiência pública