Bombeiros vão ao Hospital Badim e descartam vazamento de gás na unidade

0

Bombeiros foram chamados na noite desta segunda-feira (15) para checar a ocorrência de um possível vazamento de gás no Hospital Badim, na Zona Norte do Rio. O hospital foi atingido por um incêndio na última quinta-feira, que resultou na morte de 12 pessoas.

Por volta das 20h15, os bombeiros informaram não terem constatado vazamento de gás no local. Estiveram no local equipes do quartel de Benfica, pois o da Tijuca, mais próximo, ainda estava atuando no rescaldo do incêndio na Rua Carlos de Laet, também na Tijuca. Assustados, vizinhos do hospital permaneciam na porta da unidade questionando a segurança.


Continua depois da publicidade-pix


Em nota, o Hospital Badim informou que: “por volta das 19h30min desta segunda-feira (16/9) a empresa fornecedora de oxigênio realizou a abertura de um dos tanques para evitar a variação abrupta de pressão no equipamento. O procedimento foi adotado em função da falta de consumo pelo fechamento do hospital nos últimos dias.

Segundo a nota do hospital, o Corpo de Bombeiros também constatou a normalidade e não se encontra mais no local.

-Continua depois da publicidade ©-

Morre mais uma vítima

A 12ª morte após o incêndio no hospital foi informada pela unidade de saúde nesta segunda-feira (16). A GloboNews apurou que a vítima que morreu nesta segunda é Yolandina Gaspar. Ela tinha problemas renais crônicos e que teriam se agravado porque ela inalou fumaça durante o incêndio.

Segundo texto divulgado pelo Hospital Badim, a paciente tinha sido transferida para o Hospital Copa D’Or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio.

“Informamos com profundo pesar que uma paciente transferida do Hospital Badim para o Hospital Copa D’Or veio à óbito na manhã dessa segunda-feira (16/9). Ressaltamos que todos os esforços e dedicação das equipes médicas envolvidas foram empenhados para a recuperação da paciente, assim como tem sido feito diariamente no atendimento prestado. Informamos ainda que uma colaboradora deu entrada na noite de ontem (15) no Hospital Copa D’Or com sintomas possivelmente decorrentes do incêndio”, informou o hospital, em nota.

O hospital informou ainda que uma funcionária deu entrada na noite de domingo (15) no Hospital Copa D´Or com sintomas possivelmente decorrentes do incêndio.

Cento e três pacientes estavam no hospital no momento do incêndio. Cinquenta e quatro permanecem internados, após a morte da paciente no Copa D’Or e a alta de duas pessoas no domingo. Dez colaboradores do hospital e familiares estão internados.

Investigação

Na tarde desta segunda, a polícia tomava de depoimento de pessoas na investigação do que provocou o incêndio. O nome e a função de quem era ouvido na 18ª DP (Praça da Bandeira), entretanto, não tinha sido divulgado até 14h20.

Imagens de câmeras de segurança obtidas com exclusividade pelo Fantástico e exibidas neste domingo (15) mostram momentos após o início do incêndio que atingiu o Hospital Badim nesta quinta-feira e deixou 11 mortos. As gravações mostram que o processo de evacuação da unidade de saúde começou depois de pelo menos oito minutos após parte da equipe tomar conhecimento do incêndio.





-Patrocinador-