Mais de 2 mil pessoas participam de Encontro da Mulher Rural

Os eventos foram realizados nos municípios de Araputanga e Mirassol D’Oeste com a participação do deputado estadual Dr. Gimenez (PV).

0
Foto: Ascom Dr. Gimenez

Cerca de duas mil pessoas participaram do Encontro da Mulher Rural, nos municípios de Araputanga e Mirassol D’Oeste neste sábado (24). Elas vieram de um total de 49 localidades na região oeste, entre comunidades tradicionais e assentamentos rurais. O evento é realizado uma vez por ano, com o intuito de debater a permanência das famílias no campo por meio de incremento na renda.

Segundo o deputado estadual Dr. Gimenez (PV), uma boa notícia é a regulamentação recente do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar e de Pequeno Porte (Susaf-MT) pelo governo de Mato Grosso, que vai dar a oportunidade para a expansão e fortalecimento da cadeia produtiva dos pequenos produtores, até então marginalizados frente aos grandes produtores. “Esse é um trabalho simples, que exigiu apenas boa vontade política, mas que vai repercutir muito positivamente na economia estadual. Fui levar a boa notícia às nossas mulheres rurais”, disse o parlamentar.


Continua depois da publicidade

O prefeito de Araputanga, Joel Marins de Carvalho, informou que a proposta do 35º encontro foi promover a importância da responsabilidade ambiental às produtoras rurais, de modo a agregar tecnologias mais modernas na lavoura e na pecuária, hoje voltada principalmente à produção de leite.

“Antigamente se desmatava para ‘limpar o rio’, mas hoje o entendimento é outro, sabemos que temos que reflorestar para manter a água e a qualidade do solo. Nosso produto também tem maior valor agregado com um sistema produtivo mais sustentável, esse tipo de informação faz toda a diferença no cotidiano delas”, explicou o gestor municipal.

-Continua depois da publicidade ©-

Em Mirassol, o prefeito Euclides Silva Paixão disse que o 25º encontro contou com uma programação especial dedicada às mulheres, que recebeu apoio de 150 empresários e colaboradores da cidade que doaram brindes. Elas também puderam expor seus produtos da agroindústria e artesanato, além de receber orientações técnicas.

“É nosso papel valorizar o trabalho delas e incentivá-las a desenvolver melhorias constantes, já que a permanência dessas famílias no campo é fundamental para o desenvolvimento do município e do país, porque são elas que produzem os alimentos que nós consumimos”, explicou o prefeito.

Para Maria Conceição Saminez Silva, técnica há 37 anos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) em Mirassol D’Oeste, juntas elas enfrentam muitos desafios, como dificuldade de ter acesso a educação, saúde, créditos rurais e renda. “Além de buscar orientação, elas vêm para o encontro como uma forma de lazer e descontração, é uma forma de se divertirem”.

Mato Grosso possui aproximadamente 120 mil famílias na agricultura familiar, uma parcela significava delas é chefiada por mulheres. No Brasil, são aproximadamente 14 milhões de mulheres rurais que buscam atenção especial no quesito segurança, saúde, água e terra. De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), elas constituem 40% da mão de obra agrícola nos países em desenvolvimento.

 





-Patrocinador-