A Secretaria de Saúde de Lucas do Rio Verde-MT está orientado os pais e responsáveis a levarem as crianças de seis meses a menores de 1 ano para tomarem a vacina contra o sarampo.

De acordo com o Ministério da Saúde a vacinação é preventiva e deve alcançar 1,4 milhão de crianças em todo o país, que não receberam a dose extra, chamada de dose zero, além das previstas no Calendário Nacional de Vacinação, aos 12 e 15 meses.

-- --

De acordo com a Supervisora da Vigilância em Saúde de Lucas do Rio Verde, enfermeira Kely Paludo, não se trata de uma campanha “é uma dose exta que o Ministério está propondo, justamente porque nosso país está enfrentando um surto de sarampo, principalmente na região nordeste e sudeste”.

Apesar de Mato Grosso não ter registro de casos de sarampo nos últimos meses, é importante que aconteça a vacinação, tendo em vista a grande migração de pessoas, como no caso de Lucas do Rio Verde.


-Continua depois da publicidade ©-
Kely Paludo, Supervisora da Vigilância em Saúde

“Todas as unidades básicas de saúde do município estarão recebendo todas as crianças (seis meses a menores de 1 ano) para a aplicação da dose da vacina contra o sarampo. Não será necessário agendamento e não terá um dia específico de vacinação, basta procurar com calma a unidade de saúde para fazer a vacinação”, frisou Paludo.

É importante destacar que a dose extra, não exclui as de 12 e 15 meses, já preconizada pelo Ministério da Saúde e que faz parte do calendário de vacinação para crianças. Outra orientação repassada pela Secretaria de Saúde é que a dose da vacina também está disponível para adultos.

“Os adultos de ate 49 anos também devem fazer a vacinação. Quem não tem o cartão e que por ventura não tem como comprovar que tomou todas as doses, deve procurar a unidade de saúde para fazer a vacina”, reforçou Kely Paludo.

Informações da Agencia Brasil, dão conta de que o país registrou nos últimos 90 dias, entre 19 de maio a 10 de agosto deste ano, 1.680 casos confirmados de sarampo, em 11 estados: São Paulo (1.662), Rio de Janeiro (6), Pernambuco (4), Bahia (1), Paraná (1), Goiás (1), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Espírito Santo (1), Sergipe (1) e Piauí (1). O coeficiente de incidência da doença foi de 0,80 por 100.000 habitantes.

O que é sarampo?

Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

Os principais sintomas do sarampo são: febre acompanhada de tosse; irritação nos olhos; nariz escorrendo ou entupido e mal-estar intenso.

Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade.