Umidade do ar pode chegar a 12% em Mato Grosso e Inmet emite alerta

0
Foto: Lávia Davies/ REDE contra FOGO/Divulgação

A umidade do ar no estado de Mato Grosso pode chegar a 12% , com máxima de 20%, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que também emitiu alerta para o estado. O Centro de Pesquisas de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), ligado ao  Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), também emitiu alerta para os 141 municípios.

O alerta laranja emitido pelo Inmet também é válido para os estados de Rondônia, Mato Grosso do Sul, Goiás e Tocantins. A baixa umidade deve se intensificar até às 18h deste sábado (17).


Continua depois da publicidade

O Inmet recomenda que durante este período se beba bastante água, não sejam realizados nenhum tipo de atividade física, como também que as pessoas não fiquem exposta ao sol durante os horários mais quentes. Com o risco de ressecamento de pele, além de desconforto nos olhos, boca e nariz, o órgão também recomenda o uso de hidratante para pele e uso de umidificadores de ar.

Incêndios em Mato Grosso

-Continua depois da publicidade ©-

O número de incêndios no estado cresce cada vez mais nesta última semana. Somente em Chapada dos Guimarães (a 67 km de Cuiabá), desde o dia 9 de agosto, parte do Parque Nacional está em chamas, com destruição de cerca de 5 mil campos de futebol. O estrago total na região de Chapada é de 9,5 mil hectares.

Já em Cuiabá, dois incêndios foram reportados pelo Corpo de Bombeiros. Desde sexta-feira (16) à noite, uma região da Avenida Miguel Sutil, próximo ao Parque Mãe Bonifácia está em chamas. Já na Rodovia dos Imigrantes, há a ocorrência de um incêndio na vegetação em andamento.

95 dias sem chuvas

De acordo com o Inmet, o último registro de chuva em Cuiabá foi feito no dia 14 de maio de 2019. As chuvas de maio superaram a média esperada para o mês, com uma tempestade com rajadas de vento que chegaram a 74 km/h





-Patrocinador-