O Luverdense bem que tentou, pressionou, criou chances… mas não teve capacidade de superar o Paysandu noite desta quinta-feira, no Passo das Emas.

A consequência: teve confirmado o rebaixamento para a Série D do Brasileiro de 2020. Em contraste, no Papão é só alegria. A vitória recoloca o time paraense no G-4, momentaneamente na vice-liderança do Grupo B.

Tomas Bastos foi o nome do jogo, com um gols e duas assistências. Caíque Oliveira e Nicolas também marcaram para o Alviceleste, enquanto Tozin descontou para o time de Lucas do Rio Verde.

O Paysandu chega aos 27 pontos, empatado com o líder Juventude, mas atrás na tabela por causa do número de vitórias (6 contra 7 dos gaúchos). Os bicolores agora acompanham o restante da rodada torcendo contra Ypiranga-RS, São José-RS e Volta Redonda, pois, caso vençam, ultrapassam de volta a equipe.

O Luverdense permanece estacionado na 9ª colocação, com 13 pontos, e não tem mais chances de alcançar o Boa Esporte, o 8º com 17.

A 18ª rodada da Série C será toda no mesmo horário: dia 25 de agosto, às 18h. O Paysandu irá fazer o clássico contra o Remo, no Mangueirão. O mando será do Alviceleste.



O Luverdense irá viajar ao Acre para enfrentar o Atlético-AC. Antes disso, no entanto, Papão e LEC tem compromissos pela Copa Verde na próxima terça-feira. O time paraense recebe o Nacional-AM, na Curuzu; e o Verdão encara o União ABC no Passo das Emas.

Primeiro tempo

O Paysandu começou a partida pressionando o Luverdense. A equipe paraense jogou com linhas de marcação altas para apesar o adversário desde a saída de bola. Porém o jogo, em si, era pouco dinâmico.

O LEC travou o meio de campo e a disputa pela bola era intensa. Nos 15 primeiro minutos de jogo não saiu um chute a gol, somente algumas bolas alçadas na área bicolor. Até que, aos 17, Nicolas assustou Edson em desvio de cabeça, mas o goleiro conseguiu espalmar pela linha de fundo.

Na cobrança do escanteio, Caíque Oliveira subiu mais que a zaga e abriu o placar para o time visitante. A partir daí o Paysandu diminuiu o ritmo e o LEC cresceu de produção. Apesar de ter mais posse e rondar muito a área bicolor, não levou perigo à meta de Mota.

Segundo tempo

A entrada de Vinícius Leite no intervalo teve influência direta no segundo gol do Paysandu no jogo. Ele iniciou jogada pela esquerda e sofreu falta na entrada da área do LEC, com pouco mais de um minuto de bola rolando. Tomas Bastos bate com precisão, por cima da barreira: 2 a 0.

Mas o tempo de comemoração foi curto, pois o Luverdense respondeu rápido e Tozin descontou aos 3. O time da casa continuou investindo no ataque em busca do empate, com boas chances aos 6, 8 e 14 minutos. Mas, aos 17, Nicolas aproveitou cruzamento de Tomas Bastos e desviou de cabeça para dentro do gol: 3 a 1.

A partir daí o Papão administrou o jogo. O Verdão investiu em bolas aéreas, mas sem tanto perigo.