Polícia Militar lamenta morte de sargento vítima de acidente doméstico

0

A Polícia Militar lamenta a morte do sargento da reforma remunerada Leugenio Oliveira Amâncio, 53 anos, ocorrida na noite desta quinta-feira (15.08), em Cuiabá. O corpo do oficial está sendo velado na Sala Tulipas, na Capela Jardins.

O sargento Amâncio, que estava na reserva há dois anos, morreu depois de seis dias internado no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), unidade municipal de saúde pública.


-Continua depois da publicidade ©-

Ele sofreu queimaduras em um acidente doméstico, uma explosão provocada por vazamento de gás de cozinha. Conforme familiares, a explosão, seguida de incêndio, ocorreu no momento em que o policial desligava o forno elétrico.

O sargento Amâncio serviu a sociedade mato-grossense, por meio da Polícia Militar, durante 30 anos. Atuou em diversas unidades do Estado, especialmente em Cuiabá, e por último, antes de se aposentar, estava lotado na Coordenadoria Militar de Segurança da Assembleia Legislativa. O policial deixa dois filhos, Leugenio Júnior e Felipe, além de dois netos e um terceiro que está a caminho.

O sepultamento ocorrerá às 7h30 deste sábado (17.08), no Cemitério Parque Bom Jesus de Cuiabá.


-
-