Foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisório de Lucas do Rio Verde-MT, no final da manhã dessa quinta-feira (15), o homem suspeito de divulgar áudios convocando membros de suposta facção criminosa a cometerem atentados contra a vida de policiais.

Após passar por exame de corpo de delito, o suspeito foi direto para o CDP. Ele responderá pelos crimes de tráfico de drogas e foi autuado por promover, constituir, financiar ou integrar, pessoalmente ou por interposta pessoa, organização criminosa, cuja pena é de 3 a 8 anos reclusão, além de multa.

Áudios de Whatsapp chegaram ao conhecimento da polícia de Lucas do Rio Verde, que rapidamente montou uma força-tarefa, a fim de chegar ao investigado.

O homem foi preso na tarde de terça-feira (13) em uma casa no bairro Ipê Amarelo, local onde o mesmo comercializava entorpecentes.

“Já era um indivíduo bastante conhecido da polícia. Esse tipo de conduta é alarmante. Já tínhamos informações de que realmente ele já fazia parte de uma facção criminosa. Aqui em Lucas do Rio Verde a resposta foi rápida e ele agora está preso”, comentou o delegado Marcelo Carvalho.

Outros dois rapazes que foram encaminhados a delegacia, também na terça-feira, foram ouvidos e liberados, pois de acordo com o delegado Marcelo Carvalho, seriam usuários de entorpecentes e não estão ligados com as ameaças as forças de segurança.