A comercialização da safra 2018/19 de soja do Brasil envolve 78% da produção projetada, conforme relatório de SAFRAS & Mercado, com dados recolhidos até 9 de agosto. No relatório anterior, com dados de 5 de julho, o número era de 71,1%.

“Houve um bom avanço ao final do mês de julho e início do mês de agosto devido à melhora nos prêmios e câmbio”, informa o analista de SAFRAS & Mercado, Luiz Fernando Roque.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

Em igual período do ano passado, a negociação envolvia 83,7% e a média para o período é de 82,4%. Levando-se em conta uma safra estimada em 118,242 milhões de toneladas, o total de soja já negociado é de 92,224 milhões de toneladas.

A comercialização antecipada da safra 2019/20 envolve 15,7% da produção projetada. No relatório anterior, divulgado em 5 de julho, o número era de 14,7%.  Em igual período do ano passado, o total negociado chegava a 17,9% e a média histórica é de 14,3%.


-Continua depois da publicidade ©-

Levando-se em conta uma safra estimada em 123,788 milhões de toneladas, o total de soja já negociado é de 19,429 milhões de toneladas.

A produção brasileira de soja em 2018/19 deverá ficar 115,072 milhões de toneladas, segundo o décimo primeiro levantamento para a safra brasileira de grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A previsão representa um recuo de 3,5% sobre a temporada anterior, quando foram colhidas 119,282 milhões de toneladas. No relatório de julho, a produção estava estimada em 115,018 milhões de toneladas.

A Conab indica uma área plantada de 38,875 milhões de hectares, com um aumento de 2,1% sobre o ano anterior, quando foram semeados 35,149 milhões de hectares. A Conab trabalha com uma produtividade média nacional de 3.208 quilos por hectare, com recuo de 5,5% sobre o ano anterior.

O principal estado produtor do país, o Mato Grosso, deve colher 32,454 milhões de toneladas, com ganho de 0,5% sobre o ano anterior. O Paraná tem safra estimada 16,252 milhões de toneladas, 15,2% abaixo do ano anterior. Os gaúchos deverão produzir 19,187 milhões de toneladas, com elevação de 11,9%.