Portal da Educação é lançado em Lucas do Rio Verde

Escolas já receberam chromebooks, kits de robótica e tablets para uso em sala de aula

0

A introdução da tecnologia digital no dia a dia da comunidade escolar vai ganhar mais um importante reforço com o lançamento do portal TECLucas (Tecnologia, Educação e Ciência de Lucas do Rio Verde), uma plataforma que reunirá informações específicas para serem compartilhadas por educadores, estudantes, pais e servidores de apoio da rede municipal de ensino.

A estrutura, armazenamento de conteúdo e funções da nova ferramenta digital foi apresentada na tarde desta quarta-feira (07) para o público da II Jornada de Inovação Pedagógica, no Pavilhão da Igreja Rosa Mística. Com o tema “O currículo escolar como processo de humanização da sociedade”, o ciclo de formação continuada teve a duração de dois dias e reuniu 24 palestras e oficinas dirigidas aos mais de mil servidores do setor educacional.

Segundo o coordenador do projeto de desenvolvimento e implantação do TECLucas, professor Einstein Lemos de Aguiar, da Universidade Federal de Matto Grosso (UFMT), a plataforma visa estimular práticas de co-criação que possam ser aplicadas no universo educacional, avaliadas e reaplicadas para a difusão da aprendizagem, do conhecimento e de experiências estimuladoras do desenvolvimento cognitivo e socioemocional dos estudantes e demais usuários da ferramenta tecnológica.

O coordenador prevê que os testes para colocar o portal no ar sejam feitos entre novembro e dezembro, com a expectativa de que já no primeiro semestre de 2020 o funcionamento do TECLucas se dê de forma plena. “A implantação definitiva do projeto, incluindo a capacitação de professores do ensino fundamental, deverá ser concluída dentro de seis a oito meses. Isso não quer dizer que todos vão sair com a mesma competência. Espera-se que todos adquiram conhecimentos mínimos para fazer uso do TECLucas, entendam o que é co-criação e que o armazenamento de tudo que é desenvolvido, que é o conhecimento coletivo, possa ser reaproveitado e socializado”, ressalta.

Para que todos possam ter maior proveito com o uso do portal, Aguiar defende que haja uma política de amplo acesso à produção de cada usuário para que os próprios atores do processo façam cobranças e provoquem a depuração necessária para que o espaço ofereça sempre o melhor dentro da proposta original. “Hoje, isso já acontece com o uso de várias ferramentas e mesmo sem que haja muito nível de criticidade ou uma leitura profunda, há uma cobrança natural e eles (crianças e jovens) já desafiam a gente fazendo comparações como se aquilo fosse uma verdade absoluta e já é um caminho e vai acontecer mudanças na forma de pensar e de agir”, acredita.

A secretária municipal de Educação, Cleusa Marchezan De Marco, disse que a rede educacional de Lucas do Rio Verde sempre esteve na vanguarda de projetos e que a implantação do novo documento curricular do município introduz o uso de tecnologias nas diferentes áreas do conhecimento e nas diferentes fases de aprendizado. “O prefeito Binotti nos incentivou a buscar o convênio com as universidades para efetivar a implantação do uso das tecnologias na prática curricular e no dia a dia da sala de aula”, destaca.



O lançamento da plataforma para compartilhamento de conteúdos pedagógicos que toda a comunidade escolar poderá acessar trará, na opinião da secretária, enormes contribuições para a melhoria de práticas metodológicas que já garantiram o segundo lugar no Ideb do Estado de Mato Grosso para a rede municipal de ensino. “Acreditamos que são ferramentas muito importantes para auxiliar e potencializar o trabalho de qualidade que os profissionais de educação de Lucas do Rio Verde já realizam cotidianamente”, observa.

Desde novembro do ano passado, quando o Programa Ciência, Inovação e Tecnologia Educacional foi lançado, a Secretaria Municipal de Educação impulsionou o processo de implantação de tecnologia digital nas escolas de ensino fundamental e, a partir do primeiro semestre, professores e alunos passaram a contar com o uso de chromebooks dentro das salas de aula. Terça-feira passada (06), primeiro dia da II Jornada de Inovação Pedagógica, tablets e kits de robótica e para laboratórios de ciências foram entregues aos gestores das unidades.

O processo de criação, desenvolvimento e implantação do sítio digital tem a participação da equipe de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Lucas do Rio Verde e do Núcleo Tecnológico da Secretaria Municipal de Educação. O supervisor do Departamento de Tecnologia da Informação, Luiz Barbosa, disse que quando o portal foi idealizado conjuntamente com a Secretaria de Educação, a intenção foi oferecer uma tecnologia de fácil manipulação e operacionalidade aos usuários. “Também precisava ser algo de ponta, seguro e adequado ao domínio da tecnologia da informação que temos dentro do departamento e, por isso, buscamos a parceria da Uniselva da UFMT”, explica.

Kits de robótica e de laboratório de ciências vão equipar escolas municipais

Lucas do Rio Verde sedia Encontro Mato-grossense de Educação Infantil