Piloto desaparece após decolar de MT para levar peça de avião em MS

0
Foto: Arquivo pessoal

Um piloto está desaparecido há 14 dias após sair com um avião PR TRB – 210 de um hangar, em Poconé, a 104 km de Cuiabá, com destino a uma fazenda Corumbá (MS). Valmir Nogueira Moreira, de 63 anos, disse à família que voltaria em quatro dias, mas não deu mais notícias.

A família registrou um boletim de ocorrência na Polícia Federal nessa quarta-feira (17) e outro na Polícia Civil nesta quinta-feira (18).

A filha de Valmir, Cataria Neves Nogueira Cardoso, contou que o pai é piloto agrícola há 35 anos. No entanto, como está no período da entressafra, Valmir estava fazendo trabalhos extras.

“Ele disse que levaria uma peça para um avião que estava estragado em uma fazenda, em Corumbá, mas depois que ele saiu não conseguimos mais contato”, relatou.

Segundo Cataria, as pessoas que trabalham no hangar disseram à família que Valmir voltaria em alguns dias.

“Ficamos esperando, como ele não retornou, começamos a procurar. Procuramos as pessoas do hangar, mas ninguém tem informações. Não conhecemos as pessoas da fazenda para onde ele iria”, disse.

Catarina disse ainda que o pai sempre ligava para a família para dar notícias durante as viagens e nunca passou muitos dias longe de casa.

A Polícia Civil disse que a comunicação sobre o desaparecimento foi feita nesta quinta-feira na Central de Ocorrências, em Cuiabá.



Um mecânico e dono do hangar em Poconé o levou até cidade e de lá pegou o avião e até hoje não fez contato. O caso foi para o Setor de Desaparecidos da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).