Grêmio bate o Corinthians mas não segue no Brasileiro Sub-17

Tricolor venceu de virada por 2 a 1 mas saiu pelo placar agregado

0
Foto: Rodrigo Fatturi/Grêmio.

O Grêmio lutou e buscou a virada, na partida de volta das semifinais do Campeonato Brasileiro Sub-17 contra o Cortinhians, mas se despediu da competição na tarde desta quinta-feira. Em jogo disputado no campo do Sesc Campestre, em Porto Alegre, o Tricolor bateu o time paulista por 2 a 1, com gols de Léo Fenga e Gustavo Martins. Porem saiu pelo placar agregado de 2 a 3, com o revés em São Paulo no primeiro jogo por 2 a 0.

O Tricolor chegou até esta fase da competição com uma campanha invicta. Sabendo que precisava reverter o placar, buscou atacar desde os primeiros minutos da partida. Chegou a criar algumas oportunidades na primeira etapa, mas acabou faltando melhor capricho no acabamento para abrir o marcador. Aos 42 minutos, após jogada de contra-ataque, Cauê marcou para o time paulista.

Na segunda etapa, o Tricolor veio disposto a buscar os três gols que precisava. Logo na arrancada, aos 2 minutos, Robert arrancou pelo meio e percebeu a entrada em velocidade de Léo Fenga. O passe foi na medida para o artilheiro do Grêmio na competição invadir a área pela esquerda e chutar firme de canhota para afundar o gol. Seu sexto no Brasileiro. 1 a 1!

O Grêmio sentiu o bom momento e partiu pra cima. Abafou o adversário no seu campo de defesa e teve novas chances de gol. Após perder de cabeça em uma cobrança de escanteio aos 19, Gustavo Martins aproveitou 35 minutos. A bola foi alçada da direita e ele conseguiu o desvio de cabeça. A bola encobriu caprichosamente o goleiro paulista e entrou. 2 a 1! Nos minutos finais o Grêmio tentou o abafa, com muitas bolas sendo alçadas na área.

Assim o Grêmio deixa a competição com 10 vitórias e 2 empates em 13 partidas, tendo um dos melhores ataques.

Escalação: Ruan; Thomas Luciano, Gustavo Martins, Gustavo Marins e Cuiabano (Thiago Rosa); Pedro Cuiabá (Sarará), Diego Rosa e Pedro Lucas; Wesley (Matheus), Lucas Alves (Robert) e Léo Fenga (Hyago).

Técnico: Douglas Rodrigues.