Pivetta se compromete em mediar proposta junto ao governo

0

Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) apresentou na reunião com o governador em exercício, Otaviano Pivetta, nesta quarta-feira (03.07), a proposta deliberada na Assembleia Geral para avançar nas negociações sobre o cumprimento da Lei 510/2013 e o pagamento dos salários cortados, como condição para suspensão do movimento grevista.

Mesmo estando de fora do processo negociação, até então, o vice-governador Pivetta se mostrou preocupado com o impasse e se comprometeu a buscar diálogo com o governador e equipe, para a construção de resposta para a categoria.


Continua depois da publicidade

Para o presidente do Sintep/MT, Valdeir Pereira, de positivo a reunião com o vice-governador possibilitou a interlocução para avançar nas negociações, pois ”o trato meramente técnico do governo, vinculado a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), não permitiu avanços

Os pontos da pauta apresentados reafirmaram que a suspensão da greve exige proposta e para isso o governo tem a necessidade de apresentar avanços quanto a três pontos: integralização do 7,69% da lei da dobra do poder de compras até a próxima data base; compromisso do respeito aos percentuais que vencerão durante a gestão do governador Mauro Mendes da LC 510/2013; e, suspensão imediata do corte de pontos e a restituição dos valores descontados em razão da greve

-Continua depois da publicidade ©-

“Apresentando uma proposta ela será debatida com a categoria e deliberada em Assembleia Geral. Se chegar o documento até a próxima sexta-feira (05.07), realizaremos a assembleia, caso contrário continuaremos mobilizados”, conclui o presidente Valdeir Pereira.

 

Sintep/MT se reúne com Otaviano Pivetta nesta quarta-feira





-Patrocinador-