Os preços da soja voltaram a cair levemente nesta terça-feira, cerca de 0,06% nos portos e 0,13% no interior do país, pressionado pela queda de 0,29% do dólar e de 0,99% em Chicago, nesta terça-feira. Os preços recuaram para R$ 80,56/saca nos portos e R$ 75,26/saca no interior.

Com isto, as perdas nos portos aumentaram para 1,52% e no interior para 0,58%. As somadas vendas dos agricultores, tanto no Brasil quanto na Argentina não atingiram 400 mil toneladas, porque os vendedores querem preços superiores aos que os compradores podem apresentar.

O mercado de Paper em Paranaguá registrou negócios a +85 Julho e + 95 Agosto. O mercado CIF portos da China negociou lotes a prêmios de +188 (190) julho, + 190 (198) agosto e +187 (187) setembro para o produto brasileiro e + 144 (144) para o produto argentino, tanto para jul quanto para ago, +132 ABR, +132 Maio.

No mercado físico internacional de subprodutos a cotação dos pellets de soja em Rotterdam recuou para US$ 372,00 (afloat). Já as cotações dos óleos vegetais em Rotterdam foram as seguintes (primeiro mês cotado): o óleo de canola fechou a US$ 815,79 (828,80)/t, o óleo de linhaça fechou a US$ 780,00 (785,00)/t, o óleo de soja a US$ 731,00 (742,07)/t, o óleo de girassol a US$ 740,00 (742,50)/t e óleo de palma a US$ 505,00 (507,50)/t.