O corpo de Ana Paula Bugari, 28 anos, foi encontrado na tarde desta segunda-feira (01.06), na zona rural, em uma região de mata fechada, dentro de um brejo, no município de Juína (735 km ao Norte). O trabalho foi realizado pela Polícia Civil em conjunto com o Corpo de Bombeiro.

O cunhado da vítima, foi preso em flagrante por crime de feminicídio. A vítima estava desaparecida desde sábado (29.06), depois de sair de um sítio, que pertence aos pais do acusado, que é irmão do marido da vítima.

Após a comunicação do desaparecimento, policiais da Delegacia de Juína receberam informações sobre a possível autoria do crime, mas ainda o corpo não havia sido localizado. Os policiais identificaram o suspeito, que acabou revelando que matou a moça, com quem vinha tendo um relacionamento amoroso há cerca de 2 anos.

O suspeito contou que no sábado (29), combinou de encontrar com a moça às 7 horas da manhã, em um ponto combinado, e depois seguiram para outro local, onde mantiveram relação sexual. Segundo o suspeito, a vítima teria ameaçado contar ao marido e outras pessoas sobre a relação de ambos.

Com medo, segundo o acusado, pegou um pedaço de madeira de desferiu três golpes na cabeça da vítima.  A família falou que o suspeito retornou ao sítio por volta das 10h, molhado, e era o único que tinha saído cedinho e depois à vítima.

O suspeito está na Delegacia para os trâmites policiais do auto de prisão em flagrante.