Pai é suspeito de atirar no filho por dívida de R$ 2 milhões

Segundo a mãe da vítima, rapaz queria que o pai limpasse o nome dele, já havia sido mandado embora de casa e internado em hospital psiquiátrico.

0

Um homem de 55 anos é suspeito de atirar no filho de 28, na tarde deste sábado (22), na região central de Campo Grande, e fugir em seguida. Segundo a mãe da vítima, os dois discutiam por uma dívida de R$ 2 milhões.

“Ele usou o nome do filho e fez dívida de R$ 2 milhões. O menino não aceita e quer que o pai limpe o nome dele”, fala a mãe, que pediu para não identificar a família.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

O crime aconteceu em uma casa. A mãe do rapaz conta que, por causa das discussões constantes sobre a dívida, o ex-marido já havia internado o filho em hospital psiquiátrico. “Vim de São Paulo para cá para tirá-lo de lá”, diz a mulher, referindo-se ao nosocômio.

A mulher fala ainda que o ex-marido já tinha mandado o filho embora de casa e que fazia ameaças. Na versão dela, o pai da vítima é um homem violento e já teria a agredido quando eram casados.


-Continua depois da publicidade ©-

O rapaz foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu, sendo levado para a Santa Casa. O estado de saúde dele é considerado estável e vai passar por exames de avaliação. Ele está consciente e orientado.