Mundial de surfe: 17 brasileiros disputam título da etapa de Saquarema

0

Quatorze homens e três mulheres entram hoje (20) na praia de Itaúna, no estado  do Rio de Janeiro, para representar o Brasil na etapa de Saquarema, a quinta do circuito mundial de surfe.

Além do atual campeão mundial, Gabriel Medina, e do vencedor da etapa no ano passado, Filipe Toledo, é esperada a participação de Adriano de Souza, que estreia no circuito depois de ficar de fora das quatro primeiras etapas, devido a uma contusão.

-- --

O brasileiro com melhor classificação no circuito mundial hoje, Ítalo Ferreira, que está em terceiro lugar, tentará assumir o topo do ranking, liderado atualmente pelo havaiano John John Florence (no surfe, o Havaí disputa em separado dos Estados Unidos).

Entre as mulheres, Tatiana Weston-Webb, atualmente na nona posição, tentará se aproximar do topo, enquanto Silvana Lima, que não pôde participar de duas das quatro primeiras etapas e está na 14ª colocação, tem como missão recuperar o tempo perdido.


-Continua depois da publicidade ©-

O campeonato depende da condição das ondas. Entre os homens, são 36 atletas que disputarão 12 baterias. Na competição feminina, são 18 atletas em seis baterias.

Tempo determinado

Os atletas têm um tempo determinado para descer nas ondas e fazer suas manobras. Eles recebem notas entre zero e dez. As duas melhores notas são somadas para definir a a nota final de cada bateria.

Nas duas categorias, avançam para a segunda rodada os dois melhores de cada bateria. Os terceiros colocados de cada grupo disputam uma repescagem, que é dividida em baterias com três atletas.

Os dois primeiros colocados de cada bateria da repescagem se unem aos vencedores da primeira rodada. A partir dessa segunda rodada, as baterias só têm dois atletas e avançam apenas os vencedores, sem chances de repescagem.

A cada rodada, os atletas vão somando pontos que vão de um mínimo (265 para homens e 1.045 para as mulheres) para os eliminados na repescagem até 10 mil pontos para o campeão da etapa.

Os pontos da etapa se juntam aos de outras etapas para definir a posição no ranking e o campeão depois de 11 etapas (para os homens) e dez etapas (para as mulheres).

Além do título mundial, o circuito deste ano garantirá a vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 para os dez primeiros colocados no masculino e para os oito primeiros no feminino, observando-se o limite de dois atletas por país.