5 tendências tecnológicas para os próximos anos

0
unsplash.com

É inegável que a tecnologia está mudando a forma como as pessoas realizam as tarefas do dia a dia. Mas, ao que parece, a sociedade está apenas no começo de uma grande revolução que está longe de terminar.

De acordo com a consultoria Gartner, no futuro, haverá cada vez mais dispositivos inteligentes oferecendo serviços digitais para todos. Saiba o que esperar em termos tecnológicos!

Inteligência artificial

Segundo previsões da Gartner, até 2022, cerca de 40% dos projetos contarão com AI (inteligência artificial, em português). Na verdade, essa tecnologia já está sendo usada por muitas empresas, como nos chatbots.

Nesse caso, as companhias podem otimizar o tempo dos profissionais, fazendo com que eles se dediquem a tarefas mais complexas. Por meio dos robôs digitais, o público pode ter um primeiro contato com as marcas, sem que as empresas tenham de paralisar outras funções mais técnicas.

Blockchain



Criada juntamente com a moeda digital Bitcoin, a Blockchain é uma rede em que diversas transações podem acontecer. No caso da criptomoeda, ela serve para a compra e venda do dinheiro, sem necessitar da supervisão de um banco ou sistema central.

A Blockchain é baseada em um modo de confiança entre todas as partes. Todas as informações são organizadas em cadeia e são criptografadas, o que garante a segurança a todo o sistema.

Monitoramento

Os avanços em aplicativos de monitoramento também prometem continuar revolucionando o mercado. O Spyzie é um ótimo exemplo disso. Essa ferramenta permite rastrear um celular e obter vários informações remotamente, como aplicativos, fotos e contatos.

Para os próximos anos, a expectativa é que mais pessoas tenham o aplicativo instalado no aparelho. Um dos usos que pode ser feito é pelos pais que podem colocar o app no smartphone do filho para manter o controle sobre os jovens.

Computação quântica

A computação quântica é outra tecnologia que deve se expandir no futuro, trazendo muitos benefícios para todos. Para a multinacional IBM, essa nova técnica pode ajudar a fazer simulações complexas.

Consequentemente, diversos segmentos poderão se beneficiar, como a indústria farmacêutica, a agricultura e o setor de gestão de investimentos. Na área farmacêutica, a computação quântica pode auxiliar em processos para dobrar e desdobrar proteínas, descobrindo rapidamente novas fórmulas.

Novas realidades

A expectativa é que, nos próximos anos, a experiência do usuário deixe de ser fragmentada para ser multicanal. Isso será possível por meio da expansão de técnicas como realidade virtual (VR) e realidade aumentada (AR).

Aos poucos, essa tecnologia já está sendo aplicada em alguns mercados, como o imobiliário. Quando os clientes visitam o stand de vendas, eles podem usar óculos que dá a dimensão de como o imóvel será. Para o futuro, espera-se que todos os sentidos humanos façam parte dessa experiência — calor e umidade.

unsplash.com