SBT e o apresentador Ratinho terão de pagar indenização de R$ 400 mil para dois padres, R$ 200 mil para cada.

O apresentador usou imagens dos padres para veicular uma notícia falsa no ano de 1999.

Segundo informações do jornal O Globo, na época, Ratinho exibiu uma matéria mostrando a história de um morador de Astorga (Paraná). Na reportagem, dizia que um homem largou sua noiva para ficar com o padre que celebrou o casamento do casal.

Além da informação ser falsa, o programa exibiu imagens de um segundo padre, o que acabou resultando em dois processos.

Os dois padres entraram na Justiça pedindo indenização por danos morais e acabaram vencendo, finalmente, após duas décadas. A informação é do colunista Lauro Jardim, do O Globo.