Morre Sophia Vitória, criança de 5 anos que buscava doação de medula

0
Foto: Reprodução

Familiares e amigos comunicaram neste sábado (15) a morte da pequena Sophia Vitória, de cinco anos. Ela passava por tratamento contra a leucemia desde 2016 no Hospital de Câncer de Mato Grosso. Somente um transplante de medula poderia salvar a menina.

Conforme texto publicado pela mãe de Sophia, Rosângela Gonçalves da Silva, em uma rede social, possível doador foi encontrado. Os testes de compatibilidade começariam na segunda-feira (17). Porém, devido a baixa imunidade, a criança faleceu.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

Ainda segundo a mãe da menina, Rosângela Gonçalves da Silva, Sophia apresentou uma infecção alta no sangue aos três anos de idade. Foram cerca de cinco meses com esse quadro de infecção.

Os médicos indicavam apenas antibióticos, mas a doença foi se agravando até chegar ao ponto da menina não andar, não falar, apenas chorar. A criança se queixava de dores, mas por ser muito pequena não sabia explicar onde estava doendo.


-Continua depois da publicidade ©-

Exame no Hospital de Câncer de Mato Grosso apontou Leucemia Linfobática Aguda tipo B (LLA). Sophia iniciou o tratamento, mas devido ao tempo que demorou para começar, a quimioterapia já não tinha o mesmo efeito no organismo.

Para dar visibilidade à causa e ajudar nos custos do tratamento, a família chegou a vender camisetas no valor de R$ 30.

Como ser um doador 

O MT – Hemocentro disponibiliza todas as condições técnicas e de segurança aos doadores voluntários de sangue e às pessoas que têm a intenção de fazer o seu cadastro para serem doadoras de medula óssea.

Interessados devem se dirigir, munidos de RG e com endereço residencial completo, até o setor de Serviço Social de Doadores no MT – Hemocentro.