Em vídeo publicado agora há pouco (veja abaixo), Deltan Dallagnol negou conluio dos procuradores com Sergio Moro e disse que o vazamento de suas mensagens com o ex-juiz é parte de um ataque contra a Lava Jato. “É normal que procuradores e advogados conversem com o juiz, mesmo sem a presença da outra parte. O que precisa se verificar é se nessas conversas existiu conluio ou quebra de imparcialidade. A imparcialidade na Lava Jato é confirmada por muitos fatos. Centenas de pedidos feitos pelo Ministério Público foram negados pela Justiça. 54 pessoas acusadas foram absolvidas pelo ex-juiz Sergio Moro”, afirmou. Sobre o caso do triplex, disse que as provas eram robustas, “tanto que nove julgadores de três instâncias diferentes concordaram com a robustez das provas e condenaram o ex-presidente Lula”. As informações são do site O Antagonista.