Trade do Turismo apresenta atrativos de Mato Grosso para embaixador

Governo e empresários mostraram os roteiros disponíveis e frisaram a preocupação com a preservação ambiental, item considerado essencial aos turistas luxemburgueses.

0
Secretário-adjunto de Turismo, Jefferson Moreno, entregou materiais de divulgação de Mato Grosso ao embaixador de Luxemburgo no Brasil.$imgCred

O embaixador de Luxemburgo no Brasil, Carlo Krieger, participou de uma reunião com o trade do Turismo de Mato Grosso no restaurante Mangaba, em Cuiabá, nesta terça-feira (04). Ele estava interessado em conhecer os atrativos turísticos do Estado e a estrutura de atendimento aos visitantes. Na ocasião, se comprometeu a ajudar na divulgação dos roteiros no país dele, que é o segundo mais rico do mundo.

Segundo Krieger, os luxemburgueses viajam muito e sempre optam por lugares onde haja o contato com a natureza, o que acontece em Mato Grosso. Ele disse que entregará um relatório da viagem as autoridades do país dele e também pretende contribuir com o governo estadual para articular a participação do Estado em feiras, e até mesmo com um estande na praça de Luxemburgo.

Um dos representantes do trade, Luís Carlos Nigro, diz que a aproximação é importante porque Mato Grosso precisa fortalecer os canais de divulgação e atrair mais visitantes da Europa.  Nos últimos anos, houve o aumento da vinda de estrangeiros, principalmente para as regiões do Pantanal e Amazônica. Mas, segundo ele, ainda há potencial para ampliar.

Nigro reforça que nos últimos anos a profissionalização dos empreendimentos cresceu em caráter exponencial. “Houve investimento na melhoria da gestão e capacitação dos envolvidos na cadeia por meio das parcerias com o governo e demais entidades. Porém, precisamos ampliar a divulgação e mostrar nosso leque de potencialidades”.

Para o secretário-adjunto do Turismo, Jefferson Moreno, o encontro foi positivo porque vários materiais de divulgação e informações foram entregues ao embaixador, deixamos claro o posicionamento da gestão em estimular o setor, sempre prezando pela sustentabilidade e com foco na preservação ambiental.

“Ficou claro na conversa que o turista de Luxemburgo avalia as questões ambientais antes de escolher o destino. O processo de compra está muito ligado as possibilidades de observação da flora e fauna, o que temos uma grande variedade”.