Mais de 200 veículos, entre caminhões, carros de passeio e motocicletas, formaram uma grande carreata na tarde desse domingo (26) em Lucas do Rio Verde-MT, durante manifestação Pró-Bolsonaro.

Eventos semelhantes, de forma simultânea, ocorreram em diversas capitais e cidades brasileiras.

Os apoiadores defendem a reforma da Previdência, o pacote anticrime, o porte e posse de armas, além de ministros do governo como o da Justiça, Sergio Moro, e o da Economia, Paulo Guedes.

“Fizemos uma manifestação pacífica em apoio ao nosso presidente Jair Bolsonaro. Foi muito positiva no sentido de mobilizarmos a população, pois tem muita gente que quer fazer valer seu voto. Se o presidente não tiver esse apoio, não consegue trabalhar, não consegue fazer as reformas que precisa e com isso o Brasil para. Não é isso que queremos, queremos que o país cresça e continue avançando. Nesse sentido, agradecemos a todos que participaram, que ajudaram nessa manifestação pacifica”, comentou um dos organizadores do manifesto, Antônio Carlos Martelli.

Lideranças políticas, representantes da classe dos caminhoneiros, Sindicato Rural e outras entidades de Lucas do Rio Verde, reforçaram apoio a Jair Bolsonaro.

O presidente da república Jair Bolsonaro se referiu aos manifestos, afirmando que a população está indo às ruas para defender o futuro do país: “Hoje, por coincidência, é um dia em que o povo está indo às ruas não para defender o presidente, um político ou quem quer que seja. Ele está indo para defender o futuro desta nação”, disse á Agência Brasil.

Na rede social Twitter, o presidente postou cenas de atos que ocorrem em outras cidades do país.

Em nova publicação no Twitter, o presidente voltou a falar sobre os atos pró-governo. Ele destacou que a maior parte dos manifestantes “foi às ruas com pautas legítimas e democráticas, mas há quem ainda insista em distorcer os fatos”, referindo-se a pessoas que pediram o fechamento do Congresso e do STF.

 

Povo está indo às ruas em defesa do futuro da nação, diz Bolsonaro