Mato Grosso em alerta contra influenza

Índice atual de cobertura vacinal em todo o Estado, que abrange 141 municípios, é de 70%, o que corresponde a aplicação de 530.789 doses da vacina.

0

Faltando nove dias para o encerramento da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, a cobertura vacinal em Mato Grosso ainda não atingiu a meta prevista, que é de 90% de alcance aos grupos prioritários. O alerta é da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) e serve tanto para a população como para os municípios, especialmente aqueles com baixo índice de pessoas imunizadas.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica da SES-MT, Alessandra Moraes, alerta a população a procurar os postos de vacinação mais próximos e tomar a vacina. “Os grupos de riscos devem ser vacinados contra influenza para a prevenção da doença e suas consequências”, destaca.


Continua depois da publicidade

Crianças com faixa etária entre seis meses e menos de seis anos; idosos; gestantes; puérperas; professores; portadores de doenças crônicas não transmissíveis; jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; indígenas e trabalhadores da saúde integram os grupos prioritários.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, até o dia 20 de maio, os municípios com a pior cobertura são: Alto Boa Vista com 12,29%; Colniza com 22, 53% e Nova Canaã do Norte com 29,62%. Já os três municípios com melhores coberturas são: Tapurah, com 105,02%; Ponte Branca com 103,03% e São Pedro da Cipa com 100,98%.

-Continua depois da publicidade ©-

O índice de cobertura vacinal em todo o Estado, que abrange 141 municípios, é de 70% até a última quarta-feira (22), estatística que representa a aplicação de 530.789 doses da vacina contra a gripe influenza, de um total de 859.343 pessoas que compõem os grupos alvos da campanha.

A Secretaria de Estado de Saúde, por meio do setor de Vigilância Epidemiológica, disponibilizou o ranking da vacinação em Mato Grosso, com dados atualizados semanalmente. Para acessá-lo, clique aqui (http://www.saude.mt.gov.br/informe/544).





-Patrocinador-