Athletico Paranaense vence o River Plate pela Conmebol

0
O Athletico Paranaense saiu na frente do River Plate na luta pela conquista da Conmebol Recopa! Com gol de Marco Ruben na primeira etapa, o Furacão venceu o time argentino pelo placar mínimo, na noite desta quarta-feira (22), no Caldeirão.

O jogo de volta, que define o campeão da Conmebol Recopa, será realizado na próxima quinta-feira (30), às 21h30, no Monumental de Núñez, em Buenos Aires [Argentina].

O Jogo

A “lei do ex” quase entrou em cena logo nos primeiros segundos de partida no Caldeirão. Lucho González aproveitou a bobeira do River Plate na saída de jogo, roubou a bola e bateu de fora da área. Armani espalmou. Pouco depois, Jonathan cruzou e o camisa 3 desviou de cabeça, por cima.

 

Aos 14’, Nikão recebeu de Bruno Guimarães e arriscou de longe. A bola saiu pelo lado esquerdo.

O Furacão comandou a primeira metade do primeiro tempo, chegando ao ataque com perigo e com mais posse de bola que o time argentino.

E de tanto pressionar, o Rubro-Negro abriu o placar. E foi numa jogadaça. Bruno Guimarães mandou de trivela, para Renan Lodi. O lateral cruzou para Rony, que dominou, girou e mandou para o meio da área. Lá estava o artilheiro Marco Ruben, que tratou de empurrar para o fundo das redes, aos 24 minutos. 1 a 0!

O segundo gol quase saiu aos 30 minutos. Renan Lodi fez a finta na marcação e mandou para a área. Lucho não conseguiu o cabeceio, a bola bateu no Marco e saiu rente à trave.

Athletico cria chances, mas não amplia o marcador

Na segunda etapa, o River assustou em chute de longe. Aos dois minutos, Palacios bateu de fora da área, a bola desviou e passou com perigo, para fora.

Em mais uma grande jogada, o Athletico quase ampliou. A troca de passes foi perfeita e chegou até Renan Lodi, dentro da área. Ele ajeitou e bateu forte, para grande defesa de Armani.

Aos 11’, Guimarães cobrou falta da direita, direto para o gol. Armani novamente interveio e mandou para escanteio.

Nikão recebeu a bola na ponta, aos 15 minutos, do jeito que ele gosta. O camisa 11 cortou para o meio e soltou a pancada. A bola passou muito perto do gol!

O River Plate adiantou a marcação na saída de bola rubro-negra e quase tomou o segundo. O Furacão saiu jogando com tranquilidade. A bola chegou até Lucho, que passou em profundidade para Nikão. Ele cortou para a canhota e bateu por cima, com muito perigo.

Aos 35 minutos, após consultar o VAR, o árbitro da partida expulsou Casco, do River Plate. Ele agrediu Rony dentro da área.

Grande chance do Furacão aos 38’. Rony foi lançado, tocou para trás e Madson chegou chutando. A batida, de perna esquerda, saiu sem a direção do gol.

Já próximo do final, aos 44’, Nikão cobrou uma falta lateral direto para o gol. A bola passou perto, assustando o goleiro do River.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1×0 River Plate
Conmebol Recopa: Jogo de ida
Data: 22/05/2019 [quarta-feira]
Horário: 21h30
Local: Estádio Joaquim Américo

Athletico Paranaense: Santos; Jonathan (Madson, aos 19’ do 2ºT), Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington (Thonny Anderson, 40’ do 2ºT); Bruno Guimarães, Lucho González (Léo Cittadini, aos 29’ do 2ºT), Rony e Nikão; Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes
Gol: Marco Ruben, aos 24’ do 1º tempo;
Cartão amarelo: Paulo André, Wellington, Léo Pereira

River Plate: Armani; Mayada (Angileri, aos 15’ do 2ºT), Martínez Quarta, Pinola e Casco; Enzo Pérez, Palacios (Zuculini, aos 25’ do 2ºT) e De la Cruz; Fernández, Suárez (Borré, aos 29’ do 2ºT) e Lucas Pratto.
Técnico: Marcelo Gallardo
Cartão amarelo: Martínez Quarta, Suárez, Angileri
Cartão vermelho: Casco