O deputado estadual Carlos Avallone (PSDB) participou junto com o presidente do Fórum Pró-Ferrovia de Cuiabá, Francisco Vuolo, de uma reunião na Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), na segunda-feira (20), para definir detalhes da visita ao Terminal Ferroviário em Rondonópolis, operado pela empresa Rumo Logística, que pretende ampliar o modal até Cuiabá e, posteriormente, até a região Norte.

A visita está marcada para o dia 4 de julho com a presença de representantes da Rumo, Federação das Indústria de Mato Grosso (Fiemt), Federação do Comércio de Mato Grosso (Fecomércio), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), entidades do agronegócio, da imprensa e de analistas e formadores de opinião do estado.

Segundo o parlamentar, a viagem até o terminal vai permitir o conhecimento da logística do modal e dos impactos positivos na economia do município. “Estamos comprometidos com a extensão dos trilhos até Cuiabá, contribuindo para o desenvolvimento econômico do estado, que passa necessariamente pela capital”, destacou.

Para o deputado, é muito importante viabilizar a vinda da ferrovia para Cuiabá, diante do desenvolvimento econômico que certamente vai trazer. “A expansão dos trilhos também vai ajudar na geração de empregos nas cidades da baixada cuiabana”, comentou.

Sobre isso, o deputado lembrou que requereu uma audiência pública para a Assembleia Legislativa, que vai acontecer no dia 8 de julho, na sede da Fiemt, em Cuiabá, para discutir a viabilidade da expansão do modal.

“A empresa Rumo deve apresentar um estudo técnico e um projeto executivo dessa expansão do modal, que deve ter um investimento de mais de R$ 1 bilhão”, finalizou Avallone.