O deputado estadual Carlos Avallone (PSDB) participou junto com o presidente do Fórum Pró-Ferrovia de Cuiabá, Francisco Vuolo, de uma reunião na Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), na segunda-feira (20), para definir detalhes da visita ao Terminal Ferroviário em Rondonópolis, operado pela empresa Rumo Logística, que pretende ampliar o modal até Cuiabá e, posteriormente, até a região Norte.

A visita está marcada para o dia 4 de julho com a presença de representantes da Rumo, Federação das Indústria de Mato Grosso (Fiemt), Federação do Comércio de Mato Grosso (Fecomércio), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), entidades do agronegócio, da imprensa e de analistas e formadores de opinião do estado.


Continua depois da publicidade

Segundo o parlamentar, a viagem até o terminal vai permitir o conhecimento da logística do modal e dos impactos positivos na economia do município. “Estamos comprometidos com a extensão dos trilhos até Cuiabá, contribuindo para o desenvolvimento econômico do estado, que passa necessariamente pela capital”, destacou.

Para o deputado, é muito importante viabilizar a vinda da ferrovia para Cuiabá, diante do desenvolvimento econômico que certamente vai trazer. “A expansão dos trilhos também vai ajudar na geração de empregos nas cidades da baixada cuiabana”, comentou.

-Continua depois da publicidade ©-

Sobre isso, o deputado lembrou que requereu uma audiência pública para a Assembleia Legislativa, que vai acontecer no dia 8 de julho, na sede da Fiemt, em Cuiabá, para discutir a viabilidade da expansão do modal.

“A empresa Rumo deve apresentar um estudo técnico e um projeto executivo dessa expansão do modal, que deve ter um investimento de mais de R$ 1 bilhão”, finalizou Avallone.





-Patrocinador-