Mato Grosso pode realizar primeira Copa dos Refugiados

Evento já acontece em outros estados e visa incentivar integração dos refugiados, que estão reconstruindo suas vidas, proporcionando a essas pessoas lazer aliado a prática esportiva, através de disputas de torneios esportivos representando seus países. Proposta é do deputado Paulo Araújo (PP).

0

O deputado estadual Paulo Araújo (PP) apresentou na sessão plenária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), na última quinta-feira (9),o Projeto de Lei 486/19 que institui a Copa dos Refugiados em Mato Grosso.  A proposta visa estimular a inclusão, incentivando a integração dos refugiados, que estão reconstruindo suas vidas, proporcionando a essas pessoas lazer aliado à prática esportiva, através de disputas de torneios esportivos representando seus países.

A Copa teve sua primeira edição em 2014 e já foi realizada em alguns estados do país. A primeira edição do torneio contou com seleções de oito países, todas formadas por refugiados ou solicitantes de refúgio que vivem no Brasil. A competição conta atualmente com a participação de 20 seleções de diferentes países e com diversos parceiros, colaboradores e voluntários. A Copa dos Refugiados é um evento promovido e coordenado pela ONG África do Coração, em parceria com o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur).

Em Mato Grosso, o deputado Paulo Araújo recebeu o pedido do presidente da Associação de Defesa dos Haitianos Imigrantes e Migrantes em Mato Grosso, Clercius Monestine, que é um dos idealizadores do projeto. “Tendo em vista que o estado de Mato Grosso é formado por uma população hospitaleira, que acolhe e respeita a todos, aprovar este projeto que se encontra no sexto ano consecutivo de atividade será, sem dúvida, um ato humanitário, consoante à integração destas pessoas que tiveram seus direitos violados”, explicou o parlamentar.

Refugiado – Considera-se refugiado a pessoa que deixa o seu país de origem devido a fundado temor de perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, grupo social ou opiniões políticas, como também devido à grave e generalizada violação de direitos humanos.