Athletico soma mais três pontos no Brasileirão!

0

O Athletico Paranaense somou mais três pontos no Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo (12), Dia das Mães, o Furacão venceu o Bahia pelo placar de 1 a 0, pela quarta rodada da competição. Rony marcou o gol da vitória, na primeira etapa.

O Rubro-Negro volta aos gramados na próxima quinta-feira (16), pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O adversário será o Fortaleza. O jogo acontece no Castelão, às 21h30.

O jogo começou com muita troca de passes do Rubro-Negro, mas sem chance efetiva de gol. A primeira finalização athleticana foi aos oito minutos, com Léo Cittadini. Ele arriscou de fora da área, mas a bola foi por cima.

Aos 14’, Bruno Guimarães arriscou de fora da área e a bola passou perto, por cima do gol.

O Bahia assustou com Artur, aos 17 minutos. Ele fez a finta para cima da defesa rubro-negra, mas bateu em cima da marcação.

Fernandão recebeu cruzamento e bateu rasteiro, aos 21’, e o chute foi para fora, sem perigo.

Logo no lance seguinte, Rony balançou as redes novamente, mas Renan Lodi estava em posição de impedimento na origem da jogada.

Santos apareceu com destaque aos 29’. Após contra-ataque da equipe visitante, Fernandão ficou de frente para a meta e bateu forte, para defesa do camisa 1.

Nikão recebeu o lançamento, aos 33’, teve espaço e avançou. De fora da área, ele mandou a bomba, e Douglas espalmou.

Na cobrança de escanteio, Léo Pereira mandou para o gol. O goleiro tocou na bola, que bateu na trave e quicou em cima da linha antes de ser afastada por Nino Paraíba. A arbitragem de vídeo conferiu o lance.

Já nos acréscimos, Rogério cabeceou após cruzamento da esquerda. Bem posicionado, Santos fez a defesa sem dificuldades.

Time pressiona, mas não consegue o segundo gol

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, o Furacão quase ampliou o placar. A jogada começou com Renan Lodi, que fez a finta na marcação e rolou para Marco Ruben, que foi desarmado. Na sobra, Bruno Guimarães tentou o chute. A bola ficou viva na área e o camisa 9 travou a tentativa da defesa afastar e a bola foi espirrada em direção ao gol, passando raspando a trave.

Aos três minutos, Rony partiu em velocidade no contra-ataque e fez um passe espetacular para Nikão, que invadiu a área, driblou o goleiro e tentou o chute. Douglas se recuperou bem e defendeu a finalização do camisa 11.

E só dava Furacão! Aos sete minutos, Renan Lodi fez a finta no marcador, dentro da área, e tabelou com Rony. O cruzamento do lateral tinha como destino Marco Ruben, no meio da área, mas o zagueiro travou o chute do artilheiro.

Aos dez minutos, após cruzamento da esquerda, Rony dividiu e foi derrubado na área, após carrinho do adversário. A arbitragem nada marcou. Na sequência da jogada, Fernandão ganhou da defesa e ficou de frente com Santos, que espalmou. Na sobra, Léo Pereira tirou dos pés de Ramires o que poderia ser o empate.

O jogo ficou mais equilibrado e o Furacão chegou com perigo novamente apenas aos 27 minutos, com Nikão, em chute de fora da área. A bola ficou com o goleiro.

Aos 33’, Nikão inverteu para Lodi, que ajeitou de cabeça para Lucho. O camisa 3 pegou de primeira, mas o goleiro defendeu o chute.

Outra boa chance foi numa jogada envolvendo Marcelo e Marco Ruben. Santos lançou o camisa 10, que ganhou de Nino Paraíba e tentou o passe para Marco. O goleiro Douglas saiu rápido para evitar a finalização.

Sem mais chances para ambas as equipes, o jogo terminou com o placar de 1 a 0 para o Furacão!

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1×0 Bahia
Campeonato Brasileiro: Quarta rodada
Data: 12/05/2019 [domingo]
Horário: 19h
Local: Estádio Joaquim Américo, em Curitiba (PR)

Athletico Paranaense: Santos; Erick, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi (Márcio Azevedo, aos 35’ do 2ºT); Wellington; Nikão, Bruno Guimarães, Léo Cittadini (Lucho González, aos 23’ do 2ºT) e Rony (Marcelo, aos 19’ do 2ºT); Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes
Gols: Rony, aos 10’ do 1º tempo;
Cartão amarelo: Erick, Renan Lodi

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Paulinho; Gregore, Douglas Augusto e Ramires (Shaylon, aos 17’ do 2ºT); Rogério (Élber, aos 17’ do 2ºT), Artur e Fernandão (Gilberto, aos 28’ do 2ºT).
Técnico: Roger Machado
Cartão amarelo: Paulinho, Nino Paraíba, Gregore

A chance ascendeu o time, que abriu o placar dois minutos depois. Nikão inverteu uma ótima bola para Renan Lodi, que já chegou na área cruzando. Marco Ruben subiu bem e cabeceou, mas o goleiro pegou. Na sobra, Rony não perdoou e estufou as redes do Bahia. 1 a 0!