Homens que saíram com avião de Rondônia desaparecem em Mato Grosso

0
Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Duas pessoas estão desaparecidas há cerca de 12 dias depois de saírem em viagem em um avião de pequeno porte de Espigão D’Oeste (RO), município a pouco mais de 530 quilômetros de Porto Velho, com destino a Fortaleza (CE).

Um dos ocupantes da aeronave, Joerli Silvares Teixeira, de 34 anos, mora em Espigão. O outro desaparecido e piloto do avião foi identificado apenas como Júnior. Segundo a família de Joerli, ele reside em Fortaleza. O paradeiro dos dois é incerto desde o dia 28 de abril.

A família do acompanhante contou à Rede Amazônica nesta sexta-feira (10) por telefone que os dois saíram do município de Rondônia com previsão de abastecer a aeronave na cidade de Redenção, no Pará. A segunda e última parada seria na capital cearense.

Ao notarem a falta de contato de Joerli, os parentes resolveram dar início às buscas por conta própria. Alugaram um avião e sobrevoaram a região de Peixoto de Azevedo, localizado no Mato Grosso (MT), local onde a família diz ter sido o último contato feito pelos dois.

Por isso, o boletim de ocorrência de desaparecimento foi registrado na Polícia Civil do estado vizinho.

A esposa de Joerli contou à polícia que a última vez que conversou com o marido foi quando ele encaminhou fotos do voo. Nesse momento, os desaparecidos já viajavam por cerca de quatro horas.

Em nota, a FAB informou que o Salvaero Amazônico, unidade responsável pelas buscas na região, foi notificado do desaparecimento no último dia 7 de maio.

Disse ainda que desde o momento que foi notificada, a Força Aérea tem feito levantamentos sobre os dados da aeronave e apurado a possível rota feita pelos desaparecidos “no intuito de estabelecer as novas fases da operação e de comunicar as autoridades responsáveis”.

Confira a nota da FAB sobre o desaparecimento do avião:

O Salvaero Amazônico, unidade da Força Aérea Brasileira responsável por coordenar buscas aéreas na região, foi notificado na terça-feira (07/05) sobre o desaparecimento da aeronave de prefixo PU-PPY.

Conforme estabelecido nas normas internacionais de busca e salvamento, o Salvaero realiza, desde a notificação do desaparecimento, levantamento de dados sobre a aeronave e a apuração sobre a possível trajetória da aeronave no intuito de estabelecer as novas fases da operação e de comunicar as autoridades responsáveis.

Atenciosamente,

Força Aérea Brasileira