Mais lazer pra população e melhorias também para o comércio local. Estes são alguns dos benefícios que os luverdenses vão ganhar com as obras de revitalização da Praça dos Migrantes.

Um dos cartões postais de Lucas do Rio Verde, a Praça dos Migrantes está localizada no centro da cidade e reúne centenas de pessoas todos os dias, seja para um bom descanso e momentos de lazer com a família, atividades físicas e brinquedos para as crianças, ou ainda espaço para estacionamento.

Com o objetivo de promover um melhor fluxo de veículos na região, a prefeitura está ampliando as vagas de estacionamento, atendendo a uma solicitação dos moradores e comerciantes locais.

Ao todo, serão 65 novas vagas, sendo 40 para carros e 20 para motos. O novo estacionamento fica na Rua Chapecó, com entrada próxima à Avenida Paraná, logo depois da quadra de areia, e saída na esquina de cima, próximo à Avenida Rio Grande do Sul.

Também serão feitos novos meios-fios e colocação de calçamento com paver. Além disso, serão mantidas todas as vagas de estacionamento já existentes ao redor da praça e ruas próximas.

Na Praça dos Migrantes também será feito um novo paisagismo, que contará com reforma de pergolados e materiais da praça e serviços de jardinagem.

A ação faz parte do Projeto Canteiro Vivo, liderado pela primeira-dama Rafaela Frizzo e que conta com a parceria das secretarias municipais e da iniciativa privada e também com o trabalho de voluntários. O objetivo do projeto é melhorar o visual dos espaços verdes da cidade, realizar plantio, manutenção, pintura e ocupação de canteiros e rotatórias, cuidar e revitalizar os espaços públicos de Lucas do Rio Verde.

“Queremos deixar nossa cidade cada vez mais bela e para isso contamos com muitos parceiros. Esse é um trabalho que faz toda a diferença, pois além de embelezar, estamos cuidando e evitando possíveis danos à árvores e outras plantas. Também convocamos a população para colaborar no cuidado especial da nossa cidade, pois é patrimônio todos e é nosso dever manter esse zelo”, afirmou Rafaela.