Ministra recebe propostas da CNA para o Plano Safra 2019/2020

Crédito: Tereza Cristina diz esperar que o presidente Bolsonaro possa dar “algumas notícias boas” aos produtores já na próxima semana

0

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) recebeu nesta quinta-feira (25) as propostas da Confederação da Agricultura e da Pecuária do Brasil (CNA) para o Plano Safra 2019/2020. O documento, entregue pelo presidente da CNA, João Martins, contém dez propostas prioritárias, entre elas a de que seja priorizado o crédito de custeio. A ministra elogiou a qualidade das sugestões da CNA e disse que muitas das propostas apresentadas coincidem com as do ministério.

“Nós estamos conversando com o Ministério da Economia, com o Tesouro Nacional, e agora a proposta da CNA robustece a posição do Ministério da Agricultura e mostra que estamos no caminho certo. A CNA, que representa todos os produtores, dos mais diversos segmentos, traz para o Ministério da Agricultura uma proposta que está muito próxima do ministério. Nós vamos pegar as duas juntas e vamos ao Ministério da Economia para fechar o próximo Plano”, disse a ministra.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

Tereza Cristina adiantou que as discussões estão muito avançadas, que ainda há alguns ajustes a serem feitos, mas a ideia é fechar com o Ministério da Economia e anunciar o plano o mais rapidamente possível, “porque existe ansiedade dos produtores de saberem os valores”.

“Tem muita notícia desencontrada, mas os produtores podem ter certeza de que terão recursos para o Plano Safra, nós estamos construindo (uma proposta) dentro do novo cenário de recursos escassos no Tesouro, mas a agricultura é priorizada neste governo”, disse ela. “A CNA traz a realidade do que o campo espera. Não vamos poder fazer tudo, mas é uma espécie de manual para a gente saber o que os produtores esperam”.


-Continua depois da publicidade ©-

A ministra disse também que está muito perto de conseguir uma verba de R$ 1 bilhão para o seguro rural. Ela espera que o presidente Jair Bolsonaro já possa levar “algumas notícias boas” na segunda-feira, para a abertura da feira Agrishow, em Ribeirão Preto.

João Martins afirmou que as propostas foram elaboradas ouvindo os produtores nas várias regionais da entidade no país inteiro. “Para nós, fica mais fácil trazer as ideias para a ministra, porque ouvimos os produtores, como fazemos já há uns dois anos. Com certeza, eles estão muito esperançosos da gente ter um Brasil com, crescimento de produção”.