Um pai foi preso na manhã desta quarta-feira (17) suspeito de ter estuprado e engravidado a própria filha, de 11 anos, no Bairro Residencial Coxipó, em Cuiabá. A criança sofreu um aborto, supostamente espontâneo, e foi internada em um hospital. Ela estava grávida de cinco meses.

De acordo informações do 9º Batalhão da Polícia Militar, o suspeito, de 39 anos, confessou o crime.

O caso veio à tona depois que a mãe percebeu mudanças no corpo da filha e percebeu o crescimento da barriga da menina.

A polícia encontrou apenas a mãe na casa onde ocorreu a denúncia. O aborto teria ocorrido na residência e o pai retirou o bebê do local. Ele teria colocado em uma sacola e enterrado.

Familiares da menina a levaram para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Pascoal Ramos. O suspeito confessou que a estuprava desde 2017.

O Conselho Tutelar foi chamado e acompanhou a criança. A menina foi transferida para o Hospital Universitário Júlio Müller, em Cuiabá, onde ela passa por atendimento.



O pai dela foi levado à Central de Flagrantes. O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).