MPT investiga caso de trabalhador que se acidentou em máquina de panificadora em Cuiabá

0
Foto: MPT-MT/Divulgação

O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) deve investigar o caso de um trabalhador que se acidentou em uma máquina de embalagem em uma panificadora de Cuiabá e quase perdeu o dedo.

A Justiça já determinou que a empresa regularize os registros das manutenções preventivas e corretivas das máquinas, sob pena de R$ 10 mil.


A ação foi ajuizada após acórdão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MT) que manteve a condenação da empresa ao pagamento de indenização ao funcionário que teve o dedo decepado.

Por causa do acidente, o trabalhador ficou afastado por dez dias e, ao retornar as atividades, foi demitido.

-Continua depois da publicidade ©-

Em depoimento, uma das testemunhas contou que a ordem do patrão era de que a manutenção na máquina, caso houvessem problemas, deveria ser feita com o equipamento ligado para evitar desperdício de material.

Por causa disso, os acidentes com a máquina eram frequentes.

Diante da gravidade, o TRT encaminhou cópia do processo ao MPT, que interpôs uma ação civil pública.

A ação ainda pede o pagamento de indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 100 mil.