Em 2019, mais de 4 mil novos microempreendedores foram formalizados em Mato Grosso

0

Dados do portal do empreendedor aponta que, nos primeiros três meses deste ano, 4.288 microempreendedores se formalizaram em Mato Grosso. O número é 3% maior que no mesmo período do ano passado.

De acordo com o Sebrae, seja pela necessidade, seja por vontade de ter o próprio negócio, o fato é que, cada vez mais, os mato-grossenses estão se lançado no mercado com a criação de novos produtos e serviços.


A empresária Graziela Souza apostou em um negócio próprio por necessidade. Após três anos de investimentos, a fábrica se consolidou e, atualmente produz, em média, 50 bolos confeitados e mil bolos de pote por mês.

Contente com o resultado, a empreendedora decidiu avançar um pouco mais, além de atender os pedidos que chegam por mensagem de aplicativo, ela inovou na distribuição dos produtos.

-Continua depois da publicidade ©-

Graziela trouxe, de São Paulo, uma máquinas de atendimento automático, que foram instalados em dois shoppings de Cuiabá.

O cliente age como se fosse comprar um refrigerante ou um café: escolhe o produto e paga com o cartão.

“A tecnologia ajuda muito, eu posso acompanhar as compras online e fazer o controle de onde eu estiver”, destacou.

No caso da Ana Carolina, os dez anos como publicitária foram trocados por um novo desafio.

“Tive a ideia de vender peças em chás de lingerie para noivas. Um dia surgiu a oportunidade de expor quase a loja todas para as clientes convidadas e desde então, não parei mais”, contou.

De acordo com a consultora do Sebrae, Eliane Ribeiro Chaves, para se tornar um empreendedor é preciso coragem e ousadia. E para fomentar o empreendedorismo, a instituição oferece cursos gratuitos.

“Temos um programa chamado educação empreendedora, onde levamos o conceito de empreendedorismo para o jovem que vai entrar no mercado de trabalho saber empreender com inovação”, ressaltou.