Mato Grosso registra um acidente de trabalho a cada 52 minutos e uma morte a cada 3 dias

A agropecuária é o setor produtivo que com maior registros no estado. Os dados chamam a atenção pelo alto índice e reforçam a importância da campanha Abril Verde, movimento que surgiu em 2014.

0

A cada 52 minutos um trabalhador é vítima de acidente de trabalho em Mato Grosso. São cerca de 73 mil casos estimados desde 2012, com aproximadamente 730 mortes, uma a cada três dias e meio.

Os números são do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, site desenvolvido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e Organização Internacional do Trabalho (OIT) que reúne as estatísticas da área no país.

A agropecuária é o setor produtivo que com maior registros no estado. Entre 2012 e 2017, foram contabilizados cerca de 18 mil casos, mais da metade deles (10 mil) só nos setores de abate de animais.

Em seguida aparece a atividade hospitalar, com 3,8 mil acidentes, seguido pelo transporte de cargas e comércio varejista, respectivamente com 1,9 mil e 1,7 mil registros.

Fratura é o tipo de lesão mais comum em Mato Grosso. Foram aproximadamente 15 mil no período de 2012 e 2017, seguida por cortes e lacerações (13 mil), contusões e esmagamentos (7 mil) e amputações (1,2 mil).

Os dados chamam a atenção pelo alto índice e reforçam a importância da campanha Abril Verde, movimento que surgiu em 2014 com o objetivo de sensibilizar a sociedade sobre os riscos dos acidentes no trabalho e das doenças ocupacionais.



Por conta da iniciativa, são realizadas ações de mídia e iluminação de fachadas de prédios com as cores do movimento. A campanha é realizada em abril em alusão ao Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho, que transcorre no dia 28 do mês.

A cor verde escolhida é tradicionalmente relacionada às ações de prevenções a acidentes no trabalho.