Deputado faz apelo para que emendas sejam usadas com responsabilidade
Na sessão plenária de ontem (2) na Assembleia Legislativa (ALMT), durante a votação para derrubada do veto do governador Mauro Mendes que limitava o pagamento das emendas impositivas, as quais os legisladores têm direito, o deputado Ulysses Moraes (DC) fez um apelo aos demais para que essas emendas não sejam usadas como moedas de troca.

 

Ulysses reconhece a importância das emendas para a distribuição dos recursos entre os municípios e regiões, mas defende que elas devem ser usadas com cautela e jamais como moeda de troca. Segundo Ulysses, “o parlamento deve ter responsabilidade e deve usar as emendas que são constitucionais de maneira muito responsável, não devem ser usadas para irrigar currais eleitorais, muito menos para atender demandas de eleitores de cada deputado e sim eleitores do estado de Mato Grosso. Tem que pensar nas emendas e nas suas destinações em um bem coletivo, para toda a sociedade.”

Ulysses apontou ainda que as emendas criam uma confusão da cabeça do eleitor, que não consegue mais distinguir o poder executivo do legislativo, e que é função dos parlamentares esclarecer essa questão para a população.

“Em minha campanha eu não fiz nenhuma promessa de asfalto, nem de posto de saúde, nem posto policial, porque não cabe ao legislativo isso, as funções tem que ser bem colocadas e bem tratadas, a população precisa saber exatamente qual a função do legislativo, e isso gerou muita confusão por conta de promessas de campanhas e as emendas foram utilizadas talvez, não posso afirmar para irrigar esses currais eleitorais. Peço aos nobres pares que usem suas emendas constitucionais com responsabilidade, quando devidamente devem ser utilizadas”, concluiu Ulysses.



Ulysses cobra explicações da Energisa