Dom Vital Chitolina é homenageado com o mérito “O Semeador”

O mérito foi entregue ao final do Show Safra BR 163

0

Um ato muito emocionante no final da tarde desta sexta-feira (29), marcou a entrega do mérito “O Semeador” pela Fundação Rio Verde. O mérito, já tradicional no município, homenageia as pessoas que contribuíram de forma significativa para o desenvolvimento de Lucas do Rio Verde.

O homenageado foi o bispo da Diocese de Diamantino, Dom Vital Chitolina.
Dom Vital foi pároco da Igreja Nossa Senhora do Rosário de Fátima, em Lucas do Rio Verde, e auxiliou também na construção da Igreja Rosa Mística.

--
-Continua depois da publicidade ©-
--

“Recebi com muita emoção, visto a preparação da homenagem com vídeo e a participação de tantas pessoas amigas. Nós plantamos boas sementes a partir da nossa vida, do nosso jeito, da nossa humildade diante das coisas de Deus e quem rega é o próprio Deus, quem faz frutificar é o próprio Deus. Os luverdenses moram no coração do bispo”, disse emocionado Dom Vital.

O prêmio foi inspirado no Evangelho de Matheus, que define semeador como aquele, que além de trazer e cuidar da boa semente, sabe preparar o terreno, superar adversidades para que ela germine, se desenvolva e produza o resultado ou os frutos almejados.
O prefeito Luiz Binotti participou da entrega e ressaltou a importância de homenagear personalidades que fazem a diferença na sociedade luverdense. “Todos que receberam o mérito até hoje são muito merecedores, mas hoje a entrega foi bastante especial a alguém que semeia a palavra, um missionário. Muito merecido o bispo Dom Vital receber ‘O Semeador’ hoje”, destacou.


-Continua depois da publicidade ©-

A cerimônia contou com a presença de diretores e secretários municipais, diretoria da Fundação Rio Verde, produtores rurais, empresários, expositores, estudantes, amigos e familiares do homenageado.