Prefeito de Nova Mutum protocola no Ministério da Educação pedido de instalação do campus da UFMT em Nova Mutum

0

O prefeito Adriano Pivetta protocolou, na última terça-feira, 26, em Brasília o pedido de instalação do Campus da Universidade Federal de Mato Grosso em Nova Mutum.

Em documento endereçado ao ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez o prefeito mutuense destaca o projeto de implantação do Polo Tecnológico e a necessidade de ampliar a oferta de ensino superior uma vez que o município se tornou um importante polo regional de desenvolvimento.


-Continua depois da publicidade ©-

O Parque Tecnológico será implantado em uma área de 150 hectares as margens da MT-235. O polo abrigará um centro tecnológico, área para instalação de universidades e feiras tecnológicas.


Adriano Pivetta afirma que o modelo de desenvolvimento tecnológico adotado em Nova Mutum, requer do Governo Federal amplo investimento no ensino superior, levando em consideração que a região é a maior produtora de grãos do Estado, compreendendo um conjunto de cerca de 20 municípios. “O Campus da UFMT de Nova Mutum beneficiará toda região, nossa localização é estratégica para o plano de expansão da UFMT e como já estamos em fase adiantada do polo tecnológico e do parque industrial estamos convictos que esse é o momento certo para levantarmos essa bandeira”, explica.


--Continua depois da publicidade ©--

 

Focado em garantir apoio político para implantação do Campus da UFMT em Nova Mutum, Adriano Pivetta esteve acompanhada do presidente da Câmara de Vereadores Altair Albuquerque visitando o gabinete do Deputado Federal, José Medeiros e dos Senadores Jayme Campos e Selma Arruda, fazendo tratativas para que o projeto ganhe força. “Fizemos essas tratativas com os parlamentares, são pessoas que conhecem nossa realidade e podem reforçar junto ao ministro da Educação Ricardo Vélez e ao presidente Bolsonaro”, detalha.

Conforme o secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Mauro Manjabosco Nova Mutum está estruturando o Polo Tecnológico em diversas cadeias com ênfase principal ao desenvolvimento regional. “Como somos uma região altamente produtiva, estamos nos organizando nas cadeias produtivas de oleaginosas, amidos, carnes e derivados apoiando ainda setores importantes para a economia regional como tecnologia da informação voltada ao agronegócio”, argumenta.

 

Veja: Grupo fará investimentos de R$ 800 milhões em Nova Mutum


--PATROCINADO--