Prefeito de Nova Mutum protocola no Ministério da Educação pedido de instalação do campus da UFMT em Nova Mutum

0

O prefeito Adriano Pivetta protocolou, na última terça-feira, 26, em Brasília o pedido de instalação do Campus da Universidade Federal de Mato Grosso em Nova Mutum.

Em documento endereçado ao ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez o prefeito mutuense destaca o projeto de implantação do Polo Tecnológico e a necessidade de ampliar a oferta de ensino superior uma vez que o município se tornou um importante polo regional de desenvolvimento.


Continua depois da publicidade-pix


O Parque Tecnológico será implantado em uma área de 150 hectares as margens da MT-235. O polo abrigará um centro tecnológico, área para instalação de universidades e feiras tecnológicas.

-Continua depois da publicidade ©-

Adriano Pivetta afirma que o modelo de desenvolvimento tecnológico adotado em Nova Mutum, requer do Governo Federal amplo investimento no ensino superior, levando em consideração que a região é a maior produtora de grãos do Estado, compreendendo um conjunto de cerca de 20 municípios. “O Campus da UFMT de Nova Mutum beneficiará toda região, nossa localização é estratégica para o plano de expansão da UFMT e como já estamos em fase adiantada do polo tecnológico e do parque industrial estamos convictos que esse é o momento certo para levantarmos essa bandeira”, explica.

 

Focado em garantir apoio político para implantação do Campus da UFMT em Nova Mutum, Adriano Pivetta esteve acompanhada do presidente da Câmara de Vereadores Altair Albuquerque visitando o gabinete do Deputado Federal, José Medeiros e dos Senadores Jayme Campos e Selma Arruda, fazendo tratativas para que o projeto ganhe força. “Fizemos essas tratativas com os parlamentares, são pessoas que conhecem nossa realidade e podem reforçar junto ao ministro da Educação Ricardo Vélez e ao presidente Bolsonaro”, detalha.

Conforme o secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Mauro Manjabosco Nova Mutum está estruturando o Polo Tecnológico em diversas cadeias com ênfase principal ao desenvolvimento regional. “Como somos uma região altamente produtiva, estamos nos organizando nas cadeias produtivas de oleaginosas, amidos, carnes e derivados apoiando ainda setores importantes para a economia regional como tecnologia da informação voltada ao agronegócio”, argumenta.

 

Veja: Grupo fará investimentos de R$ 800 milhões em Nova Mutum




-Patrocinador-