Menina que desapareceu há 7 anos teria sido sequestrada e morta pelo vizinho em MT

0
Foto: TV Centro América

A Justiça de Mato Grosso decretou a prisão de um homem apontado como principal suspeito de ter sequestrado Andrelina Lima Marques, de 10 anos, em Nova Olímpia, a 207 km de Cuiabá. A menina desapareceu às vésperas do Dia das Crianças, no dia 11 de outubro de 2011.

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Nelder Martins Pereira, apesar de nunca ter encontrado um corpo, a polícia acredita que a menina foi assassinada. O suspeito era vizinho da família de Andrelina.


A prisão foi decretada pelo juiz Arom Olímpio Pereira, da Terceira Vara Criminal e Cível de Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá.

“Ele chegou a ser ouvido à época, mas falou coisas desconexas. Ele seria pastor [evangélico] e falava com ela sobre questões de sexualidade”, detalhou o delegado.

A pedido do Ministério Público Estadual (MPE), a Polícia Civil ouviu novamente testemunhas e passou a concluir que, de fato, a prisão do vizinho seria necessária para a solução do caso. José Costa já era procurado suspeito de ter assassinado os pais dele em Alagoas.

  Entre motivos para calamidade financeira, governo de MT aponta aumento na folha de pagamento dos servidores

“As testemunhas apontaram que ela [Andrelina] teria sido vista entrando no carro dele antes de desaparecer”, disse o delegado.

O criminoso nunca mais visto depois do desaparecimento da menina na cidade. À polícia ele negou envolvimento no crime.

“É um caso parecido com o da Eliza Samúdio. Não tem corpo, mas há indícios de que ela foi morta. Ele é um homem perigoso, dissimulado, capaz de cometer qualquer coisa e entendemos que é um psicopata”, afirmou o delegado.

Inúmeras buscas foram feitas, mas Andrelina nunca foi encontrada. O inquérito que investiga o desaparecimento dela já passou por, pelo menos, quatro delegados. A família, de origem humilde, nunca perdeu as esperanças de encontrá-la.

| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui