Mano alcança Top 4 no Cruzeiro, declara amor ao clube e vê time com comportamento vencedor

Em goleada por 5 a 0 sobre o Patrocinense, que valeu vaga na semifinal do Mineiro, treinador chega à quarta colocação entre os treinadores que mais dirigiram a Raposa

0
Mano Menezes festeja o gol de Fred contra o Patrocinense — Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Uma noite especial para Mano Menezes. Em campo, o Cruzeiro teve atuação de gala e goleou o Patrocinense por 5 a 0, no Mineirão. Na tabela do Campeonato Mineiro, a equipe foi a primeira a garantir vaga na semifinal. Na história do clube, Mano subiu mais um degrau na lista dos treinadores que mais dirigiram a Raposa. Em meio a tudo isso, o técnico destacou o comportamento da equipe, que mostrou espírito vencedor, segundo ele.

A partida contra o Patrocinense foi a de número 206 de Mano pelo Cruzeiro, se igualando a Ayrton Moreira na quarta colocação dos treinadores que mais comandaram o time. À frente estão Niginho (256 jogos), Levir Culpi (257) e Ilton Chaves (362). Em uma ação especial para celebrar o Dia Internacional da Síndrome de Down, Mano foi questionado por uma torcedora, chamada Luiza, na abertura da coletiva deste sábado, se ama o Cruzeiro. Ele se declarou:


– Amo o Cruzeiro sim, apesar de ser profissional. O Cruzeiro faz parte da minha vida. Muitos anos atrás, em 97, eu vim fazer estágio e ninguém me conhecia como treinador de futebol. O Cruzeiro abriu as portas para fazer o estádio que foi muito importante para minha formação. Eu tenho muita gratidão pelo Cruzeiro e procuro devolver ao torcedor todo esse respeito e carinho que teve comigo no passado.

A felicidade de Mano foi completa. A atuação frente ao Patrocinense mereceu elogios do treinador. Mais que a goleada, o técnico destacou o comportamento do time.

-Continua depois da publicidade ©-

– Estou muito contente com o que vi, com o que a equipe produziu, com o placar, que não é muito comum nesse momento de disputa, que começam as eliminatórias, com o comportamento dos jogadores para construir a vitória, o entendimento de que jogo que estava sendo jogado, independentemente do adversário que estava na nossa frente. Essas coisas são comportamentos de equipes vencedoras, que, na hora da decisão, precisa mostrar sua cara como o Cruzeiro mostrou hoje.

O momento realmente é de decisão. Além de iniciar a disputa das semifinais do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro terá na próxima semana um compromisso pela Copa Libertadores. Na quarta-feira, a Raposa recebe o Deportivo Lara às 21h30 (de Brasília). Uma vitória deixa o time em situação confortável no Grupo B, com seis pontos. O segundo colocado do grupo, o Emelec, que já jogou, soma dois pontos.