Policiais Militares, investigadores da Polícia Civil, Bombeiros Militar e agentes da Guarda Municipal de Lucas do Rio Verde-MT participaram de curso, com carga horária de 40 horas, para operar veículos aéreos não tripuláveis, ou simplesmente, drones.

O curso que teve início na ultima segunda-feira (11) e encerramento na tarde dessa quinta-feira (14), foi oferecido pela Secretária de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso, através do C.I.C.C –  Centro Integrando de Comando e Controle em Cuiabá.

Policiais de cidades como Sorriso-MT e Nova Mutum-MT também participaram do treinamento.

“Essa ferramenta vem otimizar nossos recursos e potencializar nossos resultados na questão da segurança pública. Durante essa semana trazemos ensinamentos de como utilizar essa ferramenta (drone), por que utilizar, onde utilizar e qual momento utilizar”, salientou o coordenador do C.I.C.C Tenente Coronel PM Elvin.

Durante o curso os agentes de segurança pública também tiveram conhecimento sobre a legislação que rege sobre a utilização desse tipo de ferramenta.

“As ferramentas que trouxemos são as mais utilizadas no sistema de segurança pública e de lazer também. Os resultados são diversos, pois em vários momentos podemos utilizar esses equipamentos nos trabalhos ostensivos preventivos, bem como na questão de salvamento, como é o caso do corpo de bombeiros. Podem usados no transito também”, afirmou o Tenente Coronel.

A Polícia Militar passará a utilizar um drone em ações especificas em Lucas do Rio Verde. O equipamento foi doado por uma empresa local.



De acordo com o 1º Tenente PM Pazin, com o conhecimento específico adquirido através do curso, os militares do 13º Batalhão estão aptos a utilizar o equipamento.

“Para a Polícia Militar a utilização do drone servirá em diversas ocasiões. Em grandes eventos para localizar pessoas comercializando drogas, pontos de distúrbios, em fim, pra segurança em geral. Ocasiões onde em que haja necessidade do emprego para controle de transito, por exemplo, numa barreira policial verifica se veículos e motos se evadem dessa barreira, dessa forma será possível identificar esses veículos pra posterior sansão”.

Drones poderão ser utilizados para o monitoramento e repreensão de crimes de tráfico e consumo de drogas em praças públicas. De acordo com Pazin, da forma tradicional como acontece hoje, os suspeitos ao avistarem a viatura acabam correndo e se escondendo do cerco policial.

Com o drone será possível identificar todas as pessoas envolvidas e se de fato a informação procede e ao chegar ao local à guarnição em serviço poderia tomar uma ação mais efetiva”, acrescentou.

;
;
;
;
;
;
;
;
;
;
;
;
;
;
;