Fluminense bate Cabofriense no Maracanã

0

Jogando com seu terceiro uniforme, o Fluminense venceu a Cabofriense por 2 a 1 no Maracanã, pela terceira rodada da Taça Rio, e assumiu a liderança do grupo B, com 7 pontos. Os atacantes Yony Gonzales e Luciano marcaram os gols do Flu. O volante Allan iniciou a partida como titular pela primeira vez. No intervalo da partida, o elenco principal do futebol feminino Tricolor foi apresentado à torcida, que fez uma bonita festa nas arquibancadas.

O primeiro tempo começou lento, mas o Flu se impôs após os 10 minutos. Aos 13, Ganso colocou Yony na cara do goleiro George, que fez grande defesa. O meia seguiu aparecendo com seus passes e, aos 22, achou Gilberto livre na direita para cruzar para nova finalização de Yony, dessa vez para fora. Aos 27 minutos, após falta cobrado por Dodi na direita, Allan escorou de cabeça para um lindo gol de Yony Gonzales, de voleio. O Fluminense seguiu dominando a partida, com seguidos ataques, gerando duas finalizações perigosas, com Luciano para defesa do goleiro e Yony na trave, aos 29. A Cabofriense investiu nos contra-ataques e chegou algumas poucas vezes no goleiro Rodolfo, tendo seu lance de maior perigo aos 34, quando Airton cortou um passe que deixaria o atacante livre para marcar. A equipe de Cabo Frio adiantou um pouco a marcação, forçando o Flu a procurar infiltrações. Aos 41, Luciano foi lançado e cabeceou fraco na saída de George.


As equipes voltaram para a segunda etapa sem alterações. No primeiro minuto, Caio Henrique fez falta na entrada da área e recebeu o cartão amarelo. Anderson Rosa cobrou na barreira. Na sequência, Caio Henrique achou Yony na ponta esquerda, que sofreu falta. O próprio Caio cobrou e o colombiano cabeceou para fora. Aos 11, Yony caiu na área e o juiz mandou seguir.

A Cabofriense buscava os contra-ataques e, aos 14, Matheus Ferraz recebeu o cartão amarelo por falta na frente da área. O goleiro Geroge também foi penalizado por reclamação. Nova cobrança na barreira. De volta ao ataque, após trocas de passes rápidos na entrada da área, Ganso achou Luciano que chutou cruzado no canto direito do goleiro adversário, aos 19, ampliando o placar. Flu 2×0. Na volta da parada para hidratação, o técnico Fernando Diniz colocou Marcos Calazans no lugar do Dodi. Em nova investida, Ganso encontrou Luciano novamente, que finalizou para defesa de George. Caindo pela direita, Ganso foi encontrando seus passes e, dessa vez achou Gilberto livre, que finalizou desequilibrado por cima do gol, aos 28. Aos 30, Digão sentiu uma pancada e foi substituído por Léo Santos e aos 39 minutos, Marcos Paulo entrou no lugar de Yony Gonzales, que saiu muito aplaudido pela torcida. Aos 44, a Cabofriense descontou com Abner, que driblou Airton e encheu o pé. Final de jogo, Fluminense 2×1 Cabofriense.

  Após assistência para gol da vitória, Renato enaltece espírito de luta da Chape e foca no duelo contra o Tigre pela Copa do Brasil

O próximo duelo do Fluminense será contra o Boavista, na próxima quinta-feira, dia 14/03, em Bacaxá, às 20 horas.

Ficha do jogo:

Fluminense x Cabofriense – 10/03 – 16h – Maracanã.

3ª rodada da Taça Rio

Público: 8.772

Renda: R$ 208.756,00

Fluminense:

39 – Rodolfo

02 – Gilberto

26 – Digão (c) <> 14 – Léo Santos

03 – Matheus Ferraz – A

19 – Caio Henrique – A

05 – Airton

29 – Allan

15 – Dodi <> 30 – Marcos Calazans

10 – PH Ganso

18 – Luciano

11 – Yony <> 32 – Marcos Paulo

Cabofriense:

01 – George – A

02 – Watson

03 – Brunno Lima (c) – A

04 – Igor

06 – Marlon

05 – Gama <> 17 – Abner

08 – Abuda

07 – Rafael Pernão

10 – Anderson Rosa <> 19 – Kaká

09 – Rincon

11 – Marcus Vinícius <> 13 – Manoel Neto

 






| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui