Libertadores: Atlético-MG joga mal e perde em casa

0

Em jogo bastante disputado e com quase 40 mil torcedores no Mineirão, o Atlético teve o domínio das ações durante os 90 minutos, mas perdeu por 1 a 0 para o Cerro Porteño. Válida pela primeira rodada do Grupo E da Copa Conmebol Libertadores, a partida foi disputada na noite desta quarta-feira.

Na próxima rodada, o Atlético irá ao Uruguai enfrentar o Nacional, no Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu. A partida será realizada na próxima terça-feira (12/3), às 21h30.

Líder do Estadual, com 19 pontos, o Galo voltará a campo neste sábado para enfrentar a Patrocinense, no estádio Pedro Alves do Nascimento, em Patrocínio, pela 9ª rodada da fase classificatória do Campeonato Mineiro.

 

O JOGO

O Atlético teve a primeira boa chance da partida logo aos dois minutos, quando Elias recebeu lançamento de Cazares na grande área pela esquerda e teve a finalização interceptada pelo zagueiro.

A equipe visitante respondeu no chute cruzado de Valdez, pela esquerda, para fora. Aos sete minutos, Cazares cobrou falta da intermediária, a bola foi direto para o gol e o árbitro anulou o lance, uma vez que se tratava de tiro livre indireto.

O Galo continuou pressionando, Cazares arriscou de fora da área, a bola desviou no zagueiro e acertou a trave. Ricardo Oliveira pegou o rebote e concluiu para fora.

Aos 20 minutos, Ricardo Oliveira recebeu lançamento de Luan e chutou rasteiro para a defesa de Carrizo, mas a arbitragem já havia assinalado posição irregular do camisa 9 atleticano.

Cazares cobrou nova falta da intermediária na direção do gol, Adilson e Igor Rabello não conseguiram o desvio e a bola foi em cima do goleiro. Aos 33, Cazares cobrou falta perto da área e a bola explodiu na barreira.

Em nova chance atleticana, aos 40 minutos, Cazares tabelou com Ricardo Oliveira e finalizou de fora da área, sobre o gol. Aos 42, Elias arriscou de fora da área, também por cima do gol.

O Atlético seguiu no ataque e, aos 43, o goleiro Carrizo defendeu o arremate de Luan, em dois tempos, não permitindo que Elias pegasse o rebote.

SEGUNDO TEMPO

O time alvinegro voltou do intervalo com a mesma formação. Já no primeiro ataque, Ricardo Oliveira recebeu passe de Cazares na grande área pela direita e concluiu, mas a bola desviou no defensor paraguaio.

Aos dois minutos, Fábio Santos recebeu passe de Luan na linha de fundo pela esquerda e cruzou, o zagueiro cortou, Ricardo Oliveira pegou a sobra e tentou por cobertura, mas a bola saiu sobre o gol.

Fábio Santos cruzou pela esquerda, aos onze minutos, e a defesa paraguaia fez o corte pelo alto. Em seguida, Luan tentou cruzamento, também pelo lado esquerdo, e a bola desviou no zagueiro.

Aos 14 minutos, Elias foi substituído por Chará. Dois minutos depois, Cazares recebeu passe de Luan, driblou seu marcador e chutou colocado, para fora.

Em grande oportunidade, aos 20 minutos, Patric cruzou pela direita e Ricardo Oliveira cabeceou para fora. Em seguida, Cazares cobrou escanteio pela esquerda e o árbitro marcou falta do ataque atleticano.

Aos 30 minutos, Nathan entrou no lugar de Jair. Dois minutos mais tarde, Churín fez 1 a 0 para o Cerro, em posição irregular. Aos 35, Fábio Santos chutou de fora da área para a defesa de Carrizo.

Adilson deixou o campo aos 39 minutos para a entrada de Vinicius. Logo depois, Fábio Santos invadiu a área pela esquerda e exigiu boa defesa de Carrizo.

Aos 45, Chará cruzou pela direita e Ricardo Oliveira completou para o gol, mas teve posição de impedimento assinalada pela arbitragem. O Galo tentou de todas as formas o gol de empate, mas não conseguiu furar o bloqueio paraguaio.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 0 x 1 CERRO PORTEÑO (PAR)
Motivo: 1ª rodada do Grupo E da Copa Conmebol Libertadores
Data: 06/03/2019
Hora: 19h15
Estádio: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Gol: Diego Churín (32’/2ºT)
Público: 38.736
Renda: R$1.738.540,00
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Auxiliares: Hernan Maidana (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
4º Árbitro: Fernando Espinoza (ARG)
Assessor de Árbitros: Dario Ubriaco (URU)
Cartões amarelos: Réver, Adilson (Atlético)

Atlético
Victor; Patric, Réver, Igor Rabello, Fábio Santos, Adilson (Vinicius), Jair (Nathan), Elias (Chará), Luan, Cazares e Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi.

Cerro Porteño
Juan Carrizo; Candía, Escobar, Amorebieta, Arzamendia, Aguilar, Villasanti, Óscar Ruíz, Fede Carrizo (Espínola), Nelson Valdez (Diego Churín) e Larrivey (Hernán Novick).
Técnico: Fernando Jubero.