Boas recordações se tornam excelentes companheiras e ajudam a fazer da terceira idade mais especial. Mas isso só é possível se o cérebro estiver a pleno vapor.

Para manter uma boa capacidade de memorização há uma série de fatores, entre eles, a alimentação. É o que prova um estudo do Departamento de Psicologia da Universidade de Tufts, nos Estados Unidos, sobre o impacto da dieta no cérebro. O resultado confirma que uma alimentação pobre em carboidratos prejudica a memória e o raciocínio.

Os voluntários que cortaram pães, massas e açúcares das refeições tiveram redução tanto da memória espacial como da visual. Isso porque, por conter glicose, grande fonte de energia, os carboidratos são nutrientes essenciais para o organismo, inclusive, o cérebro também depende deles para funcionar de maneira adequada.

Os níveis de glicose precisam se manter estáveis no cérebro para que ele exerça as funções, e o carboidrato, principalmente do subtipo complexo, garante essa estabilidade.


Paulista de Taubaté, Aldo José dos Santos é médico generalista graduado pela UNITAU. Colabora também no portal Leet Doc.