A absolvição de Selma “é uma questão de tempo”, diz Barbudo

0
NÃO HOUVE CAIXA DOIS! - A absolvição de Selma “é uma questão de tempo”, diz Barbudo ao anunciar apoio do PSL estadual e nacional à senadora

O PSL de Mato Grosso  com o respaldo da nacional do partido decidiu tornar públicos o apoio e  a solidariedade da sigla à  senadora Selma Arruda que, nessa semana, foi alvo de um pedido de impugnação, feito à Justiça eleitoral, pelo Ministério Público Federal (MPF).

O presidente regional do PSL, deputado federal Nelson Barbudo, gravou na manhã dessa quinta-feira (28) um pronunciamento em vídeo para manifestar seu irrestrito apoio a Selma, acusada de prática de Caixa Dois, no pleito eleitoral do ano passado.


Continua depois da publicidade-pix


De acordo com Barbudo “a absolvição da senadora é uma questão de tempo”..

 O dirigente  do partido do presidente Jair Bolsonaro, em Mato Grosso,  informou que essa posição já está  fechada e alinhada com  os demais membros do partido.

-Continua depois da publicidade ©-

Eu já estive com o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, que também empenhou seu apoio e dará  toda a sustentabilidade jurídica e moral à senadora”, garantiu.

Na semana passada os dois deputados estaduais do PSL em  Mato Grosso, Sílvio Fávero e Delegado Claudinei , também se manifestaram em público, como forma de rechaçar as alegações do MPF e, mais do que isso, declarar apoio a Selma Arruda, que foi a campeã de votos no pleito de 2018, quando obte a confiança de 678.542 eleitores.

Nelson Barbudo , assim como os deputados estaduais, fez dobradinha com Selma e fez questão de frisar que  reconhece a história e os princípios dela que, quando juíza criminal em Mato Grosso, dedicou mais de 20 anos de sua carreira no combate à corrupção no Estado.

 “Eu, amigo da senadora Selma Arruda, tenho pleno conhecimento de que ela jamais praticou Caixa Dois. A sua honestidade , o seu trabalho prestado para o Estado de Mato Grosso, fazem com que aqueles que conhecem a senadora, tenham a plena certeza  que ela não cometeu crime eleitoral”, garantiu Barbudo, acrescentando  que há que se respeitar o processo  legal na Justiça. “ Aqueles que tentam imputar uma condenação antecipada  à nossa querida senadora, tenham certeza, que será feita a Justiça esperada pelos quase 700 mil eleitores que depositaram  sua confiança nessa honrada mulher”, emendou o deputado.

A senadora Selma Arruda  ainda não  se pronunciou, de forma detalhada, sobre o conteúdo  da ação do MPF, que segundo a assessoria jurídica dela, “não contém nenhuma novidade”.

Em seu perfil numa rede social, a senadora se dirigiu aos seguidores, com agradecimentos  pelas manifestações de apoio que tem recebido e aproveitou  para tranquilizá-los, alegando, dentre outras coisas que não cometeu qualquer crime ou irregularidade eleitoral.  “Eu jamais cometeria qualquer erro ou falha que manchasse a minha história ou que envergonhasse o povo do meu Estado”, diz trecho da postagem da senadora Selma.





-Patrocinador-