Contusão de Neymar altera o cenário das apostas esportivas

Nova fratura no pé direito do craque brasileiro muda os prognósticos às vésperas das oitavas de final da Champions League

0

As oitavas de final da Champions League já começaram e uma ausência foi muito sentida – a do atacante brasileiro Neymar. O craque sofreu uma contusão durante a vitória por 2 a 0 sobre o Strasbourg, pelas oitavas de final da Copa da França. O cenário é idêntico ao vivenciado pelo jogador às vésperas da Copa do Mundo. Dores no pé direito, o uso de muletas para deixar o estádio Parque dos Príncipes, em Paris, e exames iniciais que apontam uma nova lesão no quinto metatarso do pé direito. A lesão altera completamente a análise realizada por traders e comentaristas esportivos.

No início da competição, o PSG foi apontado como um dos favoritos para levar o título da temporada. O rendimento da equipe cresceu muito sob o comando do técnico alemão Thomas Tuchel, atraindo novos jogadores, o que animou os apostadores esportivos estimulados também por convidativas campanhas de sites de apostas esportivas, como a do código bônus Bet365 2019. No entanto, depois da contusão de Neymar, o time francês passou a ser considerado uma “zebra” antes da realização do primeiro confronto com o Manchester United, realizado no último dia 12.


Com a lesão no pé direito, Neymar também corre o risco de ter de passar por uma cirurgia novamente. Os médicos do Paris Saint-Germain aguardam pela evolução no quadro apresentado pelo craque, mas já trabalham com uma estimativa de até três meses de ausência por conta do tratamento. Para que Neymar tenha a chance de jogar a Champions League 2019 novamente, será preciso que o PSG se classifique para as quartas de final da competição.

Tratamento alternativo é opção para curar a fratura de Neymar

Neymar esteve em Barcelona no início de fevereiro para realizar novamente um tratamento iniciado em janeiro. A técnica utilizada pelos médicos espanhóis se chama PRP, sigla de “Plasma Rico em Plaquetas”, e consiste na utilização do sangue do próprio paciente. O sangue venoso é retirado e, depois de manipulado, o plasma é separado e injetado no local atingido.

 O intuito é acelerar o processo de regeneração do local da lesão. O craque do PSG deve repetir o tratamento mais uma vez até o final de fevereiro, com o mesmo médico, o doutor Ramon Cugat. O especialista espanhol realizou a cirurgia do ex-palmeirense Gabriel Jesus há dois anos, quando o atacante chegou ao Manchester City e também sofreu a mesma contusão em seus primeiros jogos pelo time inglês.

Mesmo contundido, Neymar segue causando polêmica

O fato de estar contundido não impediu o atacante de comemorar o seu aniversário em alto nível. O astro do PSG celebrou no último dia 4 de fevereiro o seu 27º ano de vida em um luxuoso espaço na capital francesa, com a presença de centenas de convidados famosos e ampla cobertura da mídia. A festa foi patrocinada por uma grande marca, a Red Bull.

O contrato do jogador com a marca prevê que a empresa seja responsável pela organização da festa. Cabe a ele escolher o local, que deve ter obrigatoriamente um convênio com a empresa.

Entre os convidados da festa estavam o cantor Wesley Safadão e o bi-campeão mundial de Surf, o brasileiro Gabriel Medina.

A festa causou polêmica, já que o craque se movimentou e se divertiu, mesmo usando muletas e com uma fratura no pé. Jornais franceses chegaram a publicar notas criticando Neymar por não demonstrar comprometimento com o PSG mais uma vez. Ele é frequentemente acusado pela imprensa francesa de não gostar da vida na França. Prestes a completar sua segunda temporada no país, Neymar ainda não fala francês.

O PSG após a contusão de Neymar

Contrariando os temores da torcida, na primeira partida das oitavas de final contra o Manchester United, no estádio Old Trafford, o time de Neymar se superou e venceu por 2 a 0. O centroavante uruguaio Edinson Cavani também esteve fora da partida. No entanto a equipe francesa sentiu falta dos arranques e dribles de Neymar na porção lateral do campo de seu ataque, especialmente no primeiro tempo. Por se tratar de um dos maiores times de toda a Europa, não se pode dar o Manchester United por vencido e a ausência de Neymar pode atrapalhar de verdade no jogo e volta, em Paris, no próximo dia 6 de março.

No campeonato francês, o PSG lidera com folga. São 62 pontos conquistados em 23 jogos. A disparidade em relação aos demais concorrentes assusta e, ao menos nesse certame, a ausência de Neymar prejudica muito menos. O PSG venceu 20 jogos, empatou 2 e perdeu apenas 1. O segundo colocado na competição, o Lille, está a 12 pontos de distância, tornando a disputa pelo título francês algo praticamente definido.






| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui